Tatuí­ recebe de grupo para análise de inclusão em ‘interesse turí­stico’

575
Publicidade
Siltec





Três membros do grupo de análise dos MIT (Municípios de Interesse Turístico), da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, estiveram em Tatuí em julho. Eles realizaram visita técnica, conforme divulgado pela Prefeitura e pelo Departamento Municipal de Cultura e Desenvolvimento Turístico no fim do mês passado.

Segundo o Executivo, assim que os profissionais finalizarem a análise dos dados turísticos da cidade, eles devem encaminhar “todo o material de volta para a Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo)”. Lá, os deputados votarão projeto de lei que pode classificar Tatuí como município de interesse turístico. Se a “candidatura” for aprovada, a cidade poderá receber verba anual de até R$ 600 mil exclusiva para investimento turístico.

Integraram a comitiva do Estado os turismólogos VanilsonFickert, Waldirene Ricanelo e Cleyde Dini. Eles percorreram alguns dos estabelecimentos que prestam serviços de alimentação e hospedagem e atrativos do município.

Durante a vistoria, conheceram as instalações de um restaurante e de uma pizzaria. Nesta última, os turismólogos foram recebidos pelo proprietário e atual presidente do CMT (Conselho Municipal de Turismo), Wagner Eduardo Graziano.

Publicidade
Siltec

Este último, apresentou o projeto “Selo de Qualidade Turística – edição 2016”. Trata-se de uma iniciativa destinada aos estabelecimentos que prestam atendimento diferenciado aos clientes.

“A equipe elogiou o nosso projeto, dizendo que se trata de algo pioneiro e inovador. Inclusive, disse que irá recomendar a outros municípios”, falou Graziano em nota enviada à imprensa. “Nossa cidade está cada dia mais ganhando espaço no cenário de turismo e, com isso, todo mundo prospera mais”, adicionou.

Ainda em Tatuí, a equipe visitou o MHPS (Museu Histórico “Paulo Setúbal”), considerado um “dos mais visitados do interior paulista”, de acordo com a Prefeitura.

Também passaram por um hotel, e fizeram pausa para um almoço serviço em restaurante, no centro. O cardápio incluiu degustação de refrigerante fabricado na cidade.

À tarde, os turismólogos visitaram o Conservatório de Tatuí, mais um hotel e a Paróquia-Santuário Nossa Senhora da Conceição. Por último, visitaram uma fábrica de doces caseiros, experimentando o doce ABC, feito com abóbora, batata doce e cidra.

O diretor do Departamento de Cultura, Jorge Rizek, enfatizou em nota que Tatuí “está muito perto de uma importante conquista”. Rizek afirmou que o turismo gera empregos e, com isso, movimenta a economia da cidade. “Somos uma grande potencia turística, basta contabilizar o público da Festa do Doce”, disse.

Em quatro anos de existência, o evento registrou a passagem de 240 mil pessoas.


Publicidade
Siltec