Roteiro do Circuito Sesc de Artes é concluído em Tatuí

Evento cultural passou por diversas cidades paulistas

1111
Atividade cultural acontece neste domingo, das 16h às 21h (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia

Neste domingo, 14, Tatuí recebe, na Praça da Matriz, o “Circuito Sesc de Artes – Arte na Rua para Todos”. A ação cultural é realizada pelo Sesc (Serviço Social do Comércio), unidade Sorocaba, em ação colaborativa com a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude.

Das 16h às 21h, Tatuí sedia pela primeira vez o evento gratuito e livre a todos os públicos. A programação conta com espetáculos de circo, dança, música e teatro, exibição de filmes e oficinas de literatura, artes visuais e tecnologias e artes.

O público tem a oportunidade de participar da oficina “Corte, Recorte, Serigrafe!”, de Augusto Sampaio.

Os participantes podem produzir uma tiragem de cartazes impressos em serigrafia, com figuras desenhadas e recortadas, que serão usadas como estêncil para a impressão.

De acordo com o Sesc, haverá temas especiais para crianças, jovens e adultos, para que todo o público possa expressar a própria criatividade nas serigrafias.

Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia

Para os amantes da literatura, a Coletiva Lobas faz uma mediação de leitura às famílias “para o despertar do olhar e do riso por meio de cantigas, brincadeiras e mediação de leitura”.

Conforme o Sesc, o coletivo deve apresentar um “repertório variado de atividades lúdicas e divertidas, propondo estreitar laços por meio da literatura, uma poderosa ferramenta de transformação das relações afetivas”.

As apresentações musicais na Praça da Matriz ficam por conta do DJ Nato PK e do MC, rapper e apresentador Max B.O. Com mais de 21 anos de carreira, DJ Nato PK integra o coletivo e selo independente Pau-de-Dá-em-Doido e a crew de DJs Só Disco Salva.

O DJ também atua como produtor e beatmaker, sendo pioneiro em “batalhas de beats”, em São Paulo. O músico já fez parcerias com grandes nomes do rap paulista e produz os próprios sets, normalmente, em vinis, focando o rap brasileiro.

Já Max B.O. possui mais de duas décadas de carreira e está divulgando o álbum mais recente, intitulado “O.M.M.M.”. Após parcerias com outros artistas, o trabalho de músicas inéditas é o primeiro desde 2013.

O rapper ainda explora o “freestyle” na zona norte da cidade paulistana. Max integrou os grupos Cartel SP e Boletim de Ocorrência até seguir carreira solo. Durante sete anos, também foi apresentador do “Manos e Minas”, da TV Cultura.

“Clarice Lima & Gente Fina, Elegante e Sincera” apresentam o espetáculo de dança “Supernada – Bichos Soltos”. A atividade é uma intervenção coreográfica para crianças, pensada para espaços abertos.

(foto: AI Prefeitura)

Segundo o Sesc, são “quatro bailarinas vestidas com os figurinos-fantasias que interagem com o ambiente e com as pessoas, ao mesmo tempo em que invocam a memória do público e distorcem a lógica e os padrões sociais”.

O grupo “Manjarra e Cia. Mundu Rodá” exibe a “Sambada de Reis”, inspirada na “Dança do Cavalo Marinho Pernambucano”. Conforme a organização, “figuras mascaradas tocam instrumentos, dançam, brincam com o público e acompanham o Capitão Marinho, que compra uma série de máscaras dos personagens que aparecem para contar histórias”.

A apresentação circense fica a cargo do Circo Amarillo. O espetáculo é “protagonizado por dois personagens excêntricos, que se dizem primitivos do futuro”.

Conforme o Serviço Social do Comércio, “o show mistura expressões teatrais e de dança com técnicas circenses tradicionais e contemporâneos, música ao vivo e interação com o público”.

Através de uma parceria com a “Mostra Internacional de Cinema de São Paulo”, o público é convidado a experimentar a tecnologia de cinema em realidade virtual. Será apresentado um panorama da produção recente com filmes curtos para promover a experiência em VR (realidade virtual).

O Circuito Sesc de Artes é uma parceria entre o Sesc São Paulo, as prefeituras e os sindicatos do comércio. As atividades foram iniciadas em 14 roteiros, no dia 29 de março, e são concluídas neste sábado, 14, passando por 121 cidades paulistas.

Tatuí está inserida no roteiro sete e fecha o circuito que, anteriormente, percorreu os municípios de Botucatu, Ourinhos, Palmital, Mauá, Itaquaquecetuba, São Caetano, São Roque e Itu.

De acordo com o diretor municipal da Cultura, Rogério Vianna, o projeto visa ao envolvimento de toda a família. Segundo ele, as diversas atividades possuem um viés familiar. “A intenção do Sesc é promover um circuito onde a família possa participar”, apontou o diretor.

Vianna reforça a importância de Tatuí ter a oportunidade de ser integrada no evento cultural. Conforme ele, “é uma satisfação receber o projeto, que possibilita trazer novos artistas e a produção de outros intérpretes para a cidade”.

De acordo com Vianna, Tatuí possui forte fomento na formação cultural e a presença de outros artistas na cidade “permite uma sociabilização cultural e uma troca de experiências que auxiliam no desenvolvimento da arte”.

Já para a população tatuiana, o diretor assegura que a atividade é uma forma de apresentar um pouco mais da produção cultural que está promovida em diversas localidades do estado.

“O Circuito Sesc de Artes é um grande momento cultural para a nossa cidade. É uma grande alegria recepcionar esse projeto que fomenta a cultura e distribui momentos de grande prazer para toda a população”, concluiu Vianna.

Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia