Procura por chácaras durante o Carnaval é intensa na cidade

222
Publicidade
Siltec





A procura por chácaras em feriados é muito grande em Tatuí durante o período de Carnaval. Prova disso é que os proprietários quase não precisam colocá-las em imobiliárias para locá-las. Preferem tratar o assunto de forma privada.

As propriedades afastadas da área central são as mais procuradas por quem quer “curtir” a folia sem agitação. Para conseguir chácaras, é necessário que a busca comece com antecedência.

Na imobiliária em que o corretor de imóveis Guilherme Dante trabalha, nesta semana, só restou uma chácara para locar. E o motivo, segundo ele, é o valor alto pela diária: R$ 700. Na empresa, havia outras chácaras que foram locadas “bem mais rápido”, com valores entre R$ 200 e R$ 400.

Dante conta que as pessoas, em grande maioria, dão preferência ao lazer do que a descanso.

Publicidade
Siltec

“São poucas pessoas que escolhem o local pelas acomodações, como quarto e banheiro. Normalmente, pedem churrasqueira, piscina e campo de futebol”, acrescentou. Ele acredita que as pessoas não chegam a dormir nas chácaras, pois a procura maior partiu de quem mora na cidade.

Conforme Dante, as pessoas preferiram locar as propriedades durante o período todo do Carnaval, e não somente sábado e domingo.

Como os proprietários deixam as chácaras para anunciar a poucos dias dos feriados, as reservas começaram há semanas na imobiliária.

O que não é o caso da advogada Sílvia Regina Catto Mocellin, que sempre colocou a chácara dela para alugar. Neste ano, contudo, ela não locou por opção, e não por falta de procura.

Silvia afirma que, em janeiro, as pessoas já a procuraram para locar a propriedade. “A procura pelas chácaras é grande. Vejo por mim, que este ano resolvi não locar, para usar. Então, nem anunciei, mas, do mesmo jeito, a procura foi muito grande, bastante mesmo”, acrescentou.

Em outros feriados, a procura também é alta e começa cedo, “normalmente com dois ou três meses de antecedência”, afirmou Silvia.

Ela concorda com Dante em relação à procura por lazer: “As pessoas procuram a diversão, difícil vir atrás para descanso”. “Percebo que não querem fugir do agito e, sim, fazer agito entre eles”, conclui.

Dante diz que percebe que as pessoas procuram mais os locais “para fugir da rotina, para se divertirem e aproveitar o feriado”.

“É uma forma de lazer diferente, eu percebo que eles escolhem as chácaras por serem mais acessíveis. É como se estivessem viajando, mas economizando e sem o ‘caos’ de enfrentar trânsito, bagunça etc.”, finalizou.

Para conseguir um bom lugar para se divertir no próximo Carnaval, é aconselhável ir atrás com antecedência e pesquisar os preços.


Publicidade
Siltec