Prefeitura retoma obras do Centro de Iniciação Esportiva no Jd. Lucila

    Recursos liberados devem garantir a conclusão do complexo esportivo

    254
    CIE está em construção desde janeiro de 2018 com recursos do Ministério do Esporte (foto: AI Prefeitura)
    Publicidade
    Siltec

    As obras do CIE (Centro de Iniciação ao Esporte) de Tatuí, em construção no Jardim Lucila, foram retomadas na quinta-feira, 3. Conforme anunciado pela prefeitura, portaria assinada pelo ministro da economia, Paulo Guedes, permitiu a retomada das obras, paralisadas desde dezembro do ano passado.

    A prefeitura deu início à construção do complexo esportivo em janeiro de 2018, com convênio do governo federal, por meio do Ministério do Esporte.

    Contudo, ato do ex-presidente Michel Temer “congelou” – no último mês de governo – os recursos enviados para várias obras em todo o país, incluindo o CIE.

    Conforme a assessoria de comunicação da prefeitura, os trabalhos de montagem da estrutura metálica de cobertura já haviam sido realizados no ano passado.

    A partir daí, os serralheiros da empresa contratada reiniciaram as obras. Eles ainda tiveram que remontar o canteiro de obras, que ficou deteriorado pelo tempo sem uso.

    Publicidade
    Siltec

    O centro de esportes, que fica em área ao lado da Escola Estadual “Fernando Guedes de Moraes”, foi orçado em R$ 3.067.113,22, contemplando a construção de um ginásio coberto, quadra esportiva descoberta e área de apoio (administração, sala de professores/técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário público), em uma construção de 3.500 m².

    Em entrevista a O Progresso, o secretário do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli, explicou que, com o documento assinado pelo ex-presidente, um recurso de aproximadamente R$ 1,9 milhão – que já estava destinado à construção do CEI – ficou retido na Caixa Econômica Federal e, por isso, as obras foram paralisadas.

    Desde então, o Departamento Municipal de Esportes, o setor de convênios do Poder Executivo e o ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo (atual assessor parlamentar do deputado federal Samuel Moreira) estavam em contato com o governo federal buscando reaver a liberação do recurso.

    Segundo o secretário, o ex-prefeito esteve em Brasília, no Distrito Federal, por duas vezes para tratar do assunto. Na última visita, dia 13 de junho, ele e Sinisgalli foram recebidos na Secretaria Especial de Esportes, no Ministério da Cidadania.

    “Levamos todo o diagnóstico atual da situação, com fotos, porcentagem concluída, relatórios do departamento de convênio e mostramos que a prefeitura estava executando o serviço e que a obra não estava parada. A ajuda de Gonzaga e do deputado Samuel Moreira foi essencial para conquistar de volta o recurso”, disse Sinisgalli.

    Para o secretário, a visita ao Ministério da Cidadania colaborou para que o recurso fosse liberado. Até o final do ano passado, a empreiteira vencedora da licitação da obra do CIE havia concluído mais de 50% do complexo esportivo.

    “Estávamos correndo atrás disso desde o ano passado, mas, a partir da nossa visita, foi feita a análise da obra e recebemos a resposta com a liberação do uso da nossa verba”, ressaltou Sinisgalli.

    Conforme o secretário, após a conclusão das obras, o CIE deve ser o principal centro de treinamento dos atletas de “alto rendimento” que representam Tatuí em competições regionais e estaduais.

    “Ali, vamos fazer o treinamento de equipes de futsal, vôlei, basquete e outras modalidades. Vai ser a primeira quadra de tamanho oficial de Tatuí, e, se a gente for ver, depois de Sorocaba, vamos ser a única cidade da região a ter uma quadra oficial no tamanho 40 por 20. Então, vamos ganhar muito”, completou.

    Por meio de nota à imprensa, a prefeita Maria José Vieira de Camargo salientou que o CIE será um centro de treinamentos “importante para incentivar e desenvolver a prática esportiva com crianças e jovens”.

    Ainda segundo o secretário, a intenção do Departamento de Esportes é sediar, no CIE, o treinamento das escolinhas de base. Atualmente, esse trabalho junto aos atletas da cidade acontece no ginásio do Nebam “Ayrton Senna da Silva” e na quadra de alguns clubes que sedem espaço ao departamento.

    “O espaço vai atender as equipes, as escolinhas de base que vão poder usar a quadra durante o dia todo. Além disso, vai servir para a comunidade, já que teremos uma quadra externa que a gente vai deixar para utilização da população”, concluiu o secretário.

    Publicidade
    Siltec

    DEIXE UMA RESPOSTA

    entre com sua mensagem
    entre com seu nome