Notas policiais

571
Publicidade
  • Golpista recebe mais de R$ 4 mil em menos de 40 minutos

Um atendente de 26 anos teve o WhatsApp clonado na sexta-feira, 13. Em menos de 40 minutos, o estelionatário conseguiu R$ 4.120 ao se passar pelo atendente e lesar três contatos dele. O crime foi comunicado ao plantão policial na manhã de terça-feira, 17.

Segundo relatado, o atendente teria anunciado um produto no site “OLX” e recebido a ligação de um suposto funcionário do site de vendas, pedindo para que confirmasse o código de um dos anúncios. Ao confirmar, ele não teria mais conseguido acessar o WhatsApp e recebido uma mensagem de que o aplicativo só poderia ser reabilitado depois de 24 horas.

De acordo com o boletim de ocorrência, o golpista se passou pelo atendente, pedindo empréstimos com urgência e alegando que pagaria os respectivos valores, sem falta, na manhã do dia seguinte. Dessa forma, em menos de 40 minutos, conseguiu receber dinheiro de três pessoas.

Um dos amigos teria depositado R$ 1.580, em favor de “Pâmela Marques Furtado”. Outros dois colegas do atendente teriam emprestado R$ 1.240 e R$1.300, ambos em benefício de “Raquel Conceição dos Santos”.

O atendente teria recebido a ligação de um dos amigos, avisando-o de que já havia transferido o dinheiro pedido. Nesse momento, ele teria percebido que o aplicativo de mensagens havia sido clonado, foi à loja da operadora de telefonia móvel e cancelou a linha.

Publicidade

  • Autônoma tem R$ 1.920 em produtos furtados por prima

Uma autônoma de 26 anos teve a residência furtada por uma prima. A parente levou dezenas de produtos que, juntos, totalizam prejuízo de R$ 1.920. O caso aconteceu na terça-feira, 3, mas o boletim de ocorrência só foi registrado na Delegacia Central 15 dias depois.

A vítima disse à PC que, no período da noite, chegara à residência dela e encontrara todos os pertences revirados. Segundo a autônoma, os vizinhos relataram que uma prima dela havia entrado no imóvel e saído com vários objetos.

Segundo o boletim, os itens furtados incluem: um fone de ouvido e uma caixa de som bluetooth; oito produtos de maquiagens; um carregador de celular; três blusas, cinco calças, três bermudas e 20 peças íntimas feminina; quatro calçados; e R$ 250.

De acordo com o BO, a vítima acionou a Polícia Militar e se dirigiu com os agentes ao imóvel da prima dela. A tia da autônoma pegou uma bolsa da filha e teria encontrado alguns dos produtos furtados. A prima estava gritando, de dentro da casa, que ia bater na vítima, sendo orientada a comparecer ao plantão policial para registrar a ocorrência.


  • Guarda Civil ‘apanha’ dupla transportando drogas em Uber

Um ajudante-geral de 22 anos acabou preso, na tarde de quarta-feira, 18, no Jardim Santa Rita de Cássia, acusado de tráfico de drogas. Durante a ação, a Guarda Civil Municipal apreendeu sete papelotes de cocaína, três porções de maconha, três celulares e dinheiro.

De acordo com a GCM, uma equipe fazia patrulhamento de rotina pela rua Benedito Nunes quando notou que vários indivíduos mudaram o comportamento com a aproximação da viatura.

No momento que um rapaz era revistado, os agentes escutaram uma mensagem de áudio no celular de uma adolescente, afirmando: “Estou chegando de Uber com as drogas”.

Questionada, a garota teria informado que um moço estava trazendo entorpecentes da vila Angélica e que os entregaria na casa dela. Os agentes se dirigiram à rua Pedra Ribeiro Abrame com a adolescente, onde teriam visto um carro parar e um casal desembarcar rapidamente em um imóvel.

Conforme a GCM, os guardas abordaram o ajudante-geral ainda no corredor da residência. Durante revista pessoal, conforme o boletim de ocorrência, foram encontrados sete papelotes de cocaína, tipo Aricanduva, três porções de maconha, um celular e R$ 10.

Segundo o BO, o rapaz afirmou ter recebido R$ 250 da adolescente para buscar as drogas na vila Angélica, porém, a namorada dele, que desembarcara do Uber, não sabia sobre os entorpecentes.

O homem, identificado como Claudinei Aparecido Fogaça Júnior, e a adolescente foram levados ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes. Lá, o rapaz permaneceu preso por tráfico de drogas, enquanto a adolescente foi liberada à mãe dela.


  • Adolescentes são apreendidos com crack no Rosa Garcia 2

Dois adolescentes, de 16 e 15 anos, foram apreendidos, na noite de quarta-feira, 18, no Jardim Rosa Garcia 2, suspeitos de tráfico de entorpecentes. Com eles, a Polícia Militar recolheu 28 papelotes de crack e R$ 80.

Conforme a PM, uma guarnição, ao entrar na rua Antônio Orlando Salmasi, deparou-se com dois adolescentes. Ao visualizarem a viatura, ambos saíram correndo e entraram em um quintal aberto.

Em abordagem, os guardas teriam encontrado, na carteira do adolescente de 16 anos, que o mais novo havia escondido em um tijolo, a quantia de R$ 80. Questionado, o mais velho teria confessado que vendia drogas no local.

Segundo o boletim de ocorrência, com o garoto de 15 anos, nada de ilícito foi encontrado, porém, ele informou aos agentes que parte do dinheiro encontrado na carteira pertencia a ele e que os entorpecentes estavam escondidas na esquina. No local indicado, estavam 28 porções de crack.

Os dois adolescentes foram conduzidos ao Pronto-Socorro Municipal e, posteriormente, à Central de Flagrantes, onde ficaram à disposição da Vara da Infância e Juventude.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome