Notas policiais

579
Publicidade
  • Morador aciona e PM flagra rapaz tentando furtar imóvel

Um ajudante de pedreiro foi preso, na tarde de domingo, 9, acusado de tentar furtar uma residência no Jardim Planalto. O morador – um porteiro de 43 anos – acionou a Polícia Militar e o indivíduo acabou sendo flagrado ainda no interior do imóvel, separando os itens que levaria do local.

De acordo com a PM, uma guarnição estava em patrulhamento quando foi acionada para atender a uma ocorrência na avenida Virgílio Montezzo Filho. No local, o indivíduo foi surpreendido com dois castiçais prateados, uma TV de 43 polegadas e um monitor de 19 polegadas, e confessou o crime.

O rapaz teria danificado uma cerca elétrica ao pular o muro e destruído uma porta para conseguir entrar no imóvel. Os itens foram apreendidos e devolvidos à vítima, enquanto o suspeito, Bruno Leandro de Camargo, recebeu voz de prisão, sem possibilidade de fiança.


  • Professor estaciona veículo no Junqueira e fica sem carteira

Um professor de 34 anos teve a carteira furtada, com o RG e quatro cartões bancários. O objeto estava em um automóvel estacionado em frente à residência da mãe dele, na Chácara Junqueira. O caso aconteceu na tarde de quarta-feira, 5, mas o boletim de ocorrência só foi registrado cinco dias depois.

Conforme o documento, a vítima esteve na casa da mãe, entre 12h e 13h, para almoçar. Ao retornar ao trabalho, o professor deixou o veículo dele estacionado no local. Por volta das 18h20, quando iria utilizar um cartão para pagar uma conta, ele percebeu que estava sem a carteira.

Publicidade

O professor teria retornado à casa da mãe para procurar o cartão bancário, mas não o encontrou. Através de um aplicativo de celular, ele teria verificado que o objetivo fora utilizado em compras e teve de bloqueá-lo.

A vítima não soube dizer à PC como conseguiram a senha para efetuar gastos com o cartão bancário. Para que a carteira fosse furtada, o professor acredita que o indivíduo entrou no veículo por meio do porta-malas, que não estava trancando.


  • Golpista faz suposto reparo e ‘tira’ R$ 4.500 de aposentado

Um aposentado de 76 anos acabou sendo alvo de estelionatários na manhã de quinta-feira, 6, na região central. Ele pagaria R$ 29,90 por um suposto reparo no veículo dele, porém, acabou tendo R$ 4.500 debitados da conta bancária

Segundo relatado, por volta das 10h40, o aposentando estava trafegando pela rua do Cruzeiro quando dois motoristas, em sequência, teriam gesticulado para que ele parasse o veículo. A vítima teria achado estranho, mas, após a segunda sinalização, parou o automóvel em um estacionamento.

Assim que o aposentado estacionou, o segundo motorista parou e informou-o que estaria saindo fumaça do carro dele. O indivíduo teria aberto o capô e afirmado à vítima que havia um problema no chicote, mas que poderia acionar o seguro dela.

Segundo o boletim de ocorrência, o aposentado pediu para que o motorista entrasse em contato com a filha dele, porém, o homem respondeu que a ligação estava caindo na caixa postal. Posteriormente, o indivíduo afirmou que contatara a suposta seguradora e que seria cobrada uma taxa de R$ 29,90, a ser paga somente com cartão bancário.

Cerca de cinco minutos depois, teria aparecido um outro indivíduo, afirmando ser funcionário da seguradora. O homem teria aberto o capô e confirmado o suposto defeito no chicote. Após alguns testes no veículo, o rapaz teria resolvido o problema e passou o cartão da vítima duas vezes na máquina, pois a primeira tentativa “não havia dado certo”.

Conforme o boletim, 30 minutos depois, o aposentado fez contato com a filha, que já imaginava que o pai havia caído em um golpe, “pois pedira para que verificasse o saldo do cartão”. Na sequência, a vítima constatou que o suposto funcionário da seguradora havia debitado R$ 4.500 ao invés de R$ 29,90.


  • Veículo roubado no Astória acaba envolvido em acidente

Uma auxiliar-geral teve o veículo roubado em frente à casa dela, no Residencial Astória. Cerca de duas horas depois, ela foi informada pela Polícia Militar Rodoviária de que o carro havia se envolvido em um acidente. O boletim de ocorrência foi registrado na PC na madrugada de terça-feira, 11.

De acordo com o documento, na noite anterior, por volta das 22h20, a vítima iria guardar o automóvel da marca Ford, modelo Fiesta, na garagem da residência dela, quando foi surpreendida por dois indivíduos em uma moto.  O “garupa” estava armado e exigiu que entregasse o veículo.

A mulher disse à PC que os indivíduos estavam de capacete e somente o rapaz “alto e magro”, portando a arma de fogo, entrou no carro dela, enquanto o condutor permaneceu na motocicleta.

Posteriormente, segundo o boletim, a vítima foi comunicada pela PMR de que o automóvel havia sido localizado perto de Boituva, após se envolver em um acidente automobilístico de “grande monta” (veículo com danos irreparáveis).

Publicidade