Mostra de cinema vai exibir 4 produções premiadas no Sesi

265
Publicidade





O Sesi de Tatuí segue, neste mês de novembro, com exibições de filmes premiados no 11º Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema. Quatro novos títulos serão exibidos, dando continuidade à série iniciada em outubro.

Todas as sessões são gratuitas, a partir das 19h30, na sede do Sesi, à avenida Jornalista Júlio de Mesquita Filho, s/n, na vila Doutor Laurindo. A sessão comporta até cem pessoas e os ingressos podem ser retirados uma hora antes, na secretaria do Centro de Lazer e Esportes.

O prêmio avaliou 121 produções, sendo 73 longas de ficção, 4 animações, 36 documentários e 8 curtas, que concorreram em 13 categorias. A programação do Sesi vai até o dia 19.

Serão exibidos os longas: “O Menino que Sabia Voar”, melhor curta-metragem; “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, agraciado com o prêmio de melhor diretor; “Uma Dose Violenta de Qualquer Coisa”, melhor ator coadjuvante; e “Entre Nós”, melhor trilha sonora.

Publicidade

O prêmio é uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) e do Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo (Siaesp).

Além de valorizar e incentivar a produção cinematográfica nacional, a mostra dos vencedores tem a proposta de facilitar o acesso à cultura e de formar novos públicos para esse segmento.


Programação

Na quinta-feira, 5, serão exibidos “Hoje eu Quero Voltar Sozinho” e “O Menino que Sabia Voar”. O primeiro conta a história de Leonardo (Guilherme Lobo), um adolescente cego que tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca a independência.

Ele se relaciona com Gabriel (Fabio Audi) e novos sentimentos começam a surgir, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Já o curta-metragem “O Menino que Sabia Voar” mostra a história de um garoto de apenas sete anos que está em coma. Apesar da tristeza da situação, a natureza de seu espírito infantil não é afetada: “ele voa livre e vive grandes aventuras”.

Na semana seguinte, dia 12, o destaque é para “Uma Dose Violenta de Qualquer Coisa”, drama não indicado para menores de 16 anos.

O filme narra a história de Pedro (Vinícius Ferreira), que, ao fugir de casa, pega a estrada mesmo não sabendo para onde ir e conhece Lucas (Marat Descartes). Com pouco mais de 30 anos, eles levam apenas a roupa do corpo e passam a viajar pelo interior do Brasil.

A mostra de cinema termina no dia 19, com exibição do filme “Entre Nós”, drama indicado para maiores de 14 anos. O filme narra a história de sete jovens amigos escritores que viajam para uma casa de campo a fim de celebrar a publicação do primeiro livro do grupo.

Lá, eles escrevem cartas para serem abertas dez anos depois. A viagem acaba em uma tragédia devido à morte de um dos amigos, mas eles se reúnem após uma década para ler as cartas.


Publicidade