Jovens participam de treinamento inédito de check-out na Coop

284
Aprendizes Rafaela Farias, Nathália Fernandes, Douglas Ryan, Nicolle Chevron e Elany Sousa com Vanessa Alves (assistente de RH da Coop), instrutor Bruno Escoton e Priscila Guilherme, coordenadora pedagógica, ambos da Clasa.
Publicidade

Cumprindo seu compromisso com a responsabilidade social, a Coop – Cooperativa de Consumo mantém desde 2003 parceria com a Clasa – Casa Lions de Adolescentes de Santo André, voltada à aprendizagem de meninos e meninas, na faixa etária entre 14 e 24 anos.

Uma das atividades realizadas pela Coop é disponibilizar vagas para jovens em condições de vulnerabilidade social, por meio do Programa Jovem Aprendiz.

Durante o período de 15 meses, eles passam por treinamento prático em várias áreas dos 32 supermercados da rede. De acordo com a analista de recursos humanos Patrícia Adamo Augusto, atualmente, a Coop possui 176 jovens aprendizes, sendo que, somente no ano passado, 67 foram efetivados.

“Mais que cumprir o que a legislação determina, a Coop entende que a aprendizagem é uma ação de responsabilidade social, além de um importante fator de promoção de cidadania”, conforme divulgado pela assessoria de comunicação da cooperativa.

Cabe à Coop criar oportunidades para que os aprendizes aprimorem as competências, “aplicando-as com complexidade progressiva, assim como possibilitar a convivência laboral em um universo mais cooperativo”.

Publicidade

Os jovens aprendizes, na maioria das vezes, têm no programa a primeira oportunidade de inserção no mercado de trabalho. Por esse fato, recebem orientação constante.

Durante o ano, também surgem demandas específicas de algumas lojas, “e a Clasa sempre auxilia, recrutando jovens que mais se identificam com o perfil da vaga aberta”, informa a assessoria.

“No ano passado, por exemplo, desenvolvemos um projeto-piloto de operador de caixa para a nossa unidade de Piracicaba. O resultado foi tão positivo que, no início deste ano, iniciamos o curso com um grupo de cinco jovens aprendizes que, após o treinamento, serão encaminhados para as lojas de São Caetano, Ribeirão Pires e São Bernardo do Campo (Joaquim Nabuco). Trata-se de um curso inédito de check-out realizado no ABC e desenvolvido pela Clasa”, explica Patrícia.

Além das aulas teóricas e conceitos comportamentais (atendimento ao cliente), os jovens aprendem, durante o treinamento prático , abertura de caixa, registro e cobrança de produtos, recebimento e formas de pagamento, finalização de vendas e emissão de cupom fiscal, noção de pesos (tabela de código Hortifruti), fechamento de caixa, recebimento de pagamento de contas, noção de Nota Fiscal Paulista, realização de vendas sugestivas no terminal do caixa, consulta de preços, cobertura de ofertas e indicação de novas associações.

Publicidade