Homem acusado de tráfico é preso na frente da filha de apenas 3 anos

Ações da GCM ainda resultaram na prisão de outros 2 jovens e 1 menor

2004
Drogas apreendidas na vila Angélica no meio desta semana (foto: GCM)
Publicidade

Um servente de pedreiro de 24 anos, acusado de tráfico de drogas, foi preso pela Guarda Civil Municipal, na tarde de quinta-feira, 13, em frente a um bar do Jardim Santa Rita de Cássia. O homem estava acompanhado de uma filha de três anos.

Conforme a GCM, o acusado, Diorgenes Caires Silva, foi encontrado com a criança após uma equipe receber denúncias de que ele estaria vendendo drogas no local. Com as características passadas pelo denunciante, os agentes acabaram abordando o suspeito.

Com Silva, foram encontradas dez porções de cocaína e R$ 30 em dinheiro. Questionado, ele teria admitido a venda de entorpecentes e acabou sendo levado à Delegacia Central.

Segundo o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, a criança foi deixada aos cuidados de um familiar e o rapaz deverá responder por tráfico de drogas e corrupção de menor.

Ainda em ações de combate ao tráfico de drogas, nos bairros Vila Angélica, Jardim Santa Rita de Cássia e Fundação Manoel Guedes, a GCM recolheu, durante os dias 11, 12 e 13, mais 20 papelotes de cocaína e 47 porções de maconha. Outros dois jovens foram presos e um adolescente, apreendido.

Publicidade

O menor, de 17 anos, foi flagrado na noite de quarta-feira, 12, com 47 porções de maconha, no Jardim Santa Rita de Cássia. A guarnição abordou o rapaz na rua Osmil Martins, durante patrulhamento de rotina.

Questionado, o adolescente teria confirmado que teria pegado as drogas em outro bairro, para comercializá-las. O suspeito foi encaminhado à Delegacia Central e permaneceu à disposição da Vara de Infância e Juventude.

Ainda na quarta-feira, no final da tarde, um conferente de 21 anos também foi preso pelo crime de tráfico, após ser flagrado com papelotes de cocaína da marca “Aricanduva”, na vila Angélica.

Segundo a GCM, uma equipe avistou o suspeito jogando o pacote em um terreno baldio e abordou o rapaz, na rua José Tavares. Com ele, os agentes registraram ter recolhido 13 porções da droga e R$ 24 em dinheiro.

Indagado, o acusado, Weliton de Jesus Jorge, teria confessado que havia recebido R$ 20 de uma pessoa para entregar o entorpecente a um desconhecido, próximo à escola do bairro. O rapaz foi encaminhado à Delegacia Central e permaneceu à disposição da Justiça.

Na noite de terça-feira, 11, um tatuador de 22 anos foi preso, na Fundação Manoel Guedes, ao ser flagrado com oito porções de cocaína e R$ 125 em dinheiro.

Conforme a GCM, uma guarnição fazia patrulhamento pela rua Vicente de Paula Pinto, quando suspeitou do rapaz. Ele teria tentado fugir ao perceber a aproximação da equipe, mas acabou sendo alcançado e abordado.

Durante a revista pessoal, o jovem teria assumido o tráfico e, ainda, entregado aos guardas um pacote, onde escondia as drogas. O acusado, reconhecido como Lucas Pereira, foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu.

Publicidade