Enquete aponta que necessidade de auxílio atinge 13% de famílias

220
Publicidade

Nesta semana, a enquete promovida pelo jornal O Progresso em seu portal de notícias (www.oprogressodetatui.com.br), entre os dias 18 e 24, apontou que 13% das famílias tatuianas possuem em suas residências pessoas que necessitam de cuidados especiais por conta do autismo.

O assunto figurou a pesquisa em razão do projeto de lei 09/19, do Poder Executivo, que institui a Política Municipal dos Direitos das Pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista), aprovado em sessão extraordinária na Câmara Municipal, dia 13.

A aprovação do PL permite a implementação de uma clínica-escola gratuita para atender às pessoas com TEA e outras síndromes.

Para os próximos dias, a enquete terá como tema as agora chamadas “brincadeiras antigas”. Buscando a interação entre pais e filhos e o resgate de brincadeiras, jogos e canções tradicionais, a Secretaria Municipal de Educação promove neste sábado, 25, a terceira edição do Dia Mundial do Brincar (reportagem nesta edição).

Assim, a enquete questiona: “Você acredita que faz muita falta na educação das crianças as ‘brincadeiras antigas, off-line’?”.

Publicidade

A questão pode ser respondida, com as opções “sim” e “não”, até sexta-feira, 31, às 16h30, com publicação do resultado na edição do dia 2 de junho.

Publicidade