Encantos do município

Desfile terá mais de 60 atrações; comemoração pelos 192 anos conta com programação até o fim do mês

2090
Desfile cívico será realizado na rua XI de Agosto
Publicidade

Mais de 60 atrações compõem o tradicional desfile cívico de aniversário em comemoração aos 192 anos de emancipação política-administrativa de Tatuí neste sábado, 11. O evento é realizado pela Prefeitura, a partir das 9h, na rua 11 de Agosto, com a presença de militares, escolas, clubes de serviços, associações e cavaleiros.

De acordo com o secretário do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli, neste ano, a organização preparou um cronograma de apresentações com um mapa indicando o horário e o local da concentração das agremiações.

“A programação está dividida em quatro blocos: primeiro, entram os grupos militares; na sequência, as entidades assistências e clubes de serviços; e finalizamos com a participação de moto clubes e desfile de cavaleiros”, descreveu o secretário.

As inscrições para as entidades interessadas em participar do evento finalizaram na semana passada, com o total de 63 atrações.

Conforme o cronograma, o desfile tem início com o Hino à Tatuí, seguido pela ala dos militares, com a presença da Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental, Polícia Militar Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Banda Regimental da Guarda Civil Municipal.

Publicidade

Em seguida, desfilam Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), educação infantil municipal, Escola Ternura, Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), Projeto Envelhecer com Qualidade de Vida, Lar São Vicente de Paulo, Cosc, Lar Donato Flores e Cordão dos Bichos.

No terceiro bloco, entram as escolas municipais pela seguinte ordem: Emef “Prof. Alan Alves de Araújo”, Emef “Prof. Accácio Vieira de Camargo”, Emef “Eugênio Santos”, Emef “Prof. José Galvão Sobrinho”, Emef “Profª. Eunice Pereira de Camargo”, Emef “Profª. Magaly Azambuja de Toledo”, Emef “Profª. Maria da Conceição Oliveira Marcondes”, Emef “Prof. Firmo Antônio de Camargo Del Fiol”, Emef “Profª. Maria Helena Machado”, Emef “Prof. Mauro Antônio Mendes Fiusa”, Emef “João Florêncio”, Nebam (Núcleo de Educação Básica Municipal) “Ayrton Senna da Silva”, Emef “Profª. Maria Eli da Silva Camargo”, Emef “Profª. Sarah de Campos Vieira dos Santos”, Emef “Prof. José Tomás Borges”, Emef “Paulinho Ribeiro”, Emef “Profª. Lígia Vieira de Camargo Del Fiol” e Emef “Profª. Teresinha Vieira de Camargo Barros”.

No último bloco, figuram os clubes de serviço, escolas particulares e associações: Departamento de Esportes, Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires” (CEU das Artes), Etec “Sales Gomes”, Lions Clube, Rotary Clube de Tatuí, Rotary Clube Cidade Ternura, Interact Club de Tatuí, Centro Educacional Sesi, Grupo de Escoteiro Goyotin, 3º Grupo de Escoteiro Tupancy, Projeto Arte Pela Vida, Colégio Objetivo, Fundação Educacional Manoel Guedes, Senai, Colégio Cenep, Faculdade Santa Bárbara, Banda Marcial Banmip Iperó, Juventude Católica de Tatuí, Núcleo Afro Feminino, Associação Atlética XI de Agosto, Clube de Campo, Academia Ronin Artes Marciais, Associação Amigos do Bairro Americana, Moto Clube Tatus do Asfalto e Stilo Rua.

O encerramento do desfile acontece com o Centro de Treinamento Fire Horse, Associação de Cavaleiros e Muladeiros de Tatuí, Comitiva Pimenta e Amigos e demais cavaleiros.

A parada deste ano apresenta o tema “Tatuí – Uma Cidade que Encanta!”, definido no início do mês, para nortear as atrações a serem apresentadas pelos alunos da rede municipal de ensino.

“Depois de definir a temática, cada secretaria, departamento ou entidade se encarrega de desenvolver reuniões e ideias para serem apresentadas ao público”, explicou o secretário.

Conforme Sinisgalli, a comissão organizadora – formada por representantes das secretarias da Cultura e da Educação – buscou, por meio deste tema, “valorizar o que Tatuí tem de melhor”.

“Com este tema, acredito que vamos poder valorizar todos os títulos da cidade: Capital da Música, Terra do Doce Caseiro e Cidade Ternura. Ou seja, tudo isso que vemos em Tatuí e que nos encanta, além de encantar aos visitantes”, declarou.

Para o secretário, a temática ainda permite um momento cívico no qual o tatuiano pode “se orgulhar” de suas ações sociais, gestos, sentimentos, situações, pessoas, lugares fascinantes e incríveis e, assim, ampliar a visão para os pontos que, às vezes, passam despercebidos ao olhar”.

“O nosso maior objetivo é levantar a memória da cidade, a valorização cultural e a cidadania. É o momento que temos para mostrar o nosso orgulho”, concluiu.

Publicidade