Conservatório inscreve para bolsas de estudos até sexta-feira

191
Publicidade





Termina sexta-feira, 10, o prazo para alunos do Conservatório de Tatuí concorrerem a bolsas de estudos. A instituição iniciou as inscrições na quinta-feira, 2, após receber comunicado de liberação do processo por parte da Secretaria de Estado da Cultura.

A seleção é voltada exclusivamente a alunos já matriculados e foi mantida pelo governo após “intensas tratativas”. Em nota enviada à imprensa, o Conservatório agradece à Secretaria de Cultura pela verba suplementar para a liberação das bolsas. A confirmação aconteceu no dia 31 de maio.

Em seguida ao comunicado, a AACT (Associação dos Amigos do Conservatório de Tatuí) publicou edital para concessão de bolsas de estudos na modalidade performance. De acordo com a instituição, os processos seletivos para as demais modalidades de bolsas deverão ser abertos ainda nesta semana.

Ao todo, são oferecidas 143 bolsas de estudos para performance, destinadas a alunos regularmente matriculados e que têm como objetivos “valorizar e incentivar a atividade artística propriamente dita”. Segundo o Conservatório, as bolsas “garantem oportunidade aos estudantes talentosos – e que frequentam os cursos regulares – de exercerem a almejada prática”.

Publicidade

Os beneficiados atuam sob orientação de profissionais. Com a bolsa, eles participam de ações que permitem ampliação “das experiências que constituirão sua formação plena efetiva e suas oportunidades de inserção no mercado de trabalho”.

Os alunos devem efetuar inscrição na secretaria pedagógica, à rua São Bento, 808. Após o procedimento, os candidatos serão submetidos a testes práticos. Os aprovados integrarão os principais grupos pedagógico-artísticos da instituição.

Pela participação nos grupos, eles passarão a receber bolsas que variam de R$ 480 a R$ 720 por mês. Como contrapartida, realizam atividades que incluem ensaios de duas ou três vezes por semana, com média de duas a três horas cada.

A concessão do benefício esteve na pauta de reivindicações atribuídas a um grupo de estudantes. No dia 3, um dia após a publicação do edital de concessão, representantes do grêmio estudantil enviaram comunicação à imprensa.

No material, eles divulgavam a realização de uma manifestação, que aconteceu ao meio-dia de segunda-feira, 6. Os manifestantes se reuniram em frente à unidade 2, onde fica a secretaria pedagógica. De lá, seguiram até a unidade 1, na mesma rua, número 415.

Sobre a manifestação organizada na data, a AACT afirmou que iniciativas como essas “são próprias dos estados”. Quanto às solicitações, a associação respondeu que “se torna óbvio que tudo o que esbarra em questões financeiras e investimentos, na conjuntura atual, está em suspenso, como ademais no resto do país”.

A instituição também ressaltou que “a manutenção das bolsas de estudo foi obtida graças a um intenso diálogo com o secretário da Cultura, Marcelo Mattos Araújo”. De acordo com o Conservatório, Araújo “obteve, extraordinariamente, fundos” para conceder os benefícios de apoio aos estudantes.

Também em nota, o Conservatório esclareceu que a seleção está aberta desde o dia 2, conforme publicado no site da instituição (conservatoriodetatui.org.br).

Ainda mencionou que a concessão só foi efetivada “graças ao bom entendimento com a Secretaria de Estado da Cultura e a preocupação especial do secretário”.

Por fim, o Conservatório declarou que “sempre recebeu e sempre receberá alunos, nos âmbitos referentes aos seus interesses e solicitações, nas instâncias competentes”.

A respeito de uma participação conjunta de alunos da Fatec (Faculdade de Tecnologia) “Professor Wilson Roberto Ribeiro de Camargo”, na manifestação, a instituição disse que não se manifestaria.


Publicidade