Conservatório celebra retorno às aulas com a Jazz Sinfônica de SP

Grupo regido por Galindo apresentará o concerto “Jobim em Tatuí”

1432
Orquestra fará apresentação com cerca de 70 músicos e que marcará a volta às aulas na instituição (foto: AI Conservatório)
Publicidade

O Conservatório de Tatuí traz para a “Capital da Música” a Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. Com cerca de 70 músicos e regência do maestro João Maurício Galindo, o grupo celebrará a volta às aulas no dia 26 de fevereiro, segunda-feira, com o concerto “Jobim em Tatuí”. A apresentação será no teatro “Procópio Ferreira”, às 20h, com entrada gratuita.

A Jazz Sinfônica foi criada pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo em 1990. Ela tem como principal objetivo o resgate da tradição das antigas orquestras brasileiras da chamada “era de ouro do rádio e da televisão” – décadas de 1940 a 1960. Possui formação singular, pois une uma orquestra erudita e a uma big band de jazz, resultando em “uma sonoridade ímpar”.

Com direção artística de Antonio Ribeiro, a Jazz Sinfônica destaca-se por dar uma roupagem sinfônica para a música popular, passando pelo jazz, MPB e variados ritmos latinos. Fábio Prado é o regente adjunto e o grupo é atualmente administrado pela Fundação Padre Anchieta.

No concerto em Tatuí, o grupo apresentará uma seleção de obras do compositor brasileiro Tom Jobim, incluindo “Samba do avião”, “Surfboard”, “Chovendo na roseira”, “Pato preto” e a suíte “Canção do amor demais”, com solo do pianista Marcelo Ghelfi.

O programa também terá músicas escritas por Jobim em parceria com Vinicius de Moraes, como “Garota de Ipanema” e “Eu sei que vou te amar”, com solo da saxofonista Paula Valente. A orquestra trará ainda a peça “Jobimniana”, de Cyro Pereira.

Publicidade

O regente da noite também coordena a Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí desde 2011. Com anos dedicados à atividade pedagógica, Galindo é considerado um dos maiores especialistas brasileiros em ensino de instrumentos de cordas, tendo trabalhado nessa atividade no Sesc (Serviço Social do Comércio) e no Projeto Guri.

Foi também professor do Instituto de Artes da Unesp (Universidade Estadual Paulista). É bacharel em composição e regência pela mesma instituição de ensino, e mestre em musicologia pela USP (Universidade de São Paulo).

Os ingressos para o concerto podem ser retirados na bilheteria do teatro individualmente. A bilheteria atende ao público de terça a sexta das 13h30 às 17h30 e das 19h às 21h. Sábados, domingos e feriados ela abre das 15h às 21h.

Publicidade