CDHU promove sorteio eletrônico para suplentes do ‘Tatuí H’ na 5ª

Evento será transmitido ao vivo, às 9h, pelo Facebook da companhia

927
Sorteio eletrônico formará suplência complementar do “Tatuí H” (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Siltec
Da reportagem

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), em parceria com a prefeitura, realiza na quinta-feira, 13, às 9h, sorteio eletrônico auditado para formação de suplência complementar do empreendimento “Tatuí H”.

O sorteio acontecerá na sede da CDHU, em São Paulo, e será transmitido ao vivo pelo Facebook, nas páginas da Secretaria de Estado da Habitação e da CDHU e, eventualmente, em outras redes sociais ou plataformas de compartilhamento de vídeos, nos links: https://www.facebook.com/habitacaosaopaulo/, https://www.facebook.com/cdhusp/, https://www.youtube.com/channel/UCj2bXAG8_rI5-omQdTYg3pw, e https://www.youtube.com/channel/UCbh6K7X6L3b2viRQQYHezrw .

De acordo com a CDHU, os classificados no sorteio eletrônico formarão uma lista de espera de atendimento suplementar e sequencial aos suplentes classificados no sorteio presencial (realizado no dia 29 de janeiro, na Concha Acústica).

“Em caso de desistência, desclassificação ou exclusão dos sorteados anteriores, os sorteados da lista complementar serão chamados de acordo com a ordem de sorteio e grupo (geral, idosos, deficientes, policiais e agentes penitenciários)”, completa a CDHU.

O resultado do sorteio, com a ordem de classificação dos inscritos por grupo será divulgado nos meios de comunicação disponíveis e publicado no site da CDHU (www.cdhu.sp.gov.br) e no aplicativo Kaizala.

Publicidade
Siltec

Também estará disponível no site da CDHU a gravação do sorteio eletrônico realizado para quem não puder participar ao vivo.

Em nota à imprensa, a CDHU ressalta que todos os procedimentos de segurança e transparência serão adotados para permitir igualdade de direitos a todos os inscritos com auditoria da empresa Reis Assessoria Empresarial Limitada.

“O sorteio será executado por meio do software desenvolvido pela CDHU, em código aberto, baseado em algoritmo matemático randômico incluído nas bibliotecas do Software da Microsoft .Net C#, utilizando, como parâmetro, uma chave simétrica capaz de garantir a repetibilidade ou reprodutibilidade do resultado do sorteio sob as mesmas condições. Todos os arquivos gerados serão gravados através do código HASH MD5”, detalha a companhia.

No sorteio eletrônico, as variáveis são: número de inscritos total e por grupo, números de unidades total e por grupo e a “semente” de oito dígitos, que será definida na hora da realização do sorteio eletrônico.

A CDHU informa que não haverá alteração na classificação dos sorteados como beneficiários ou suplentes já sorteados no sorteio presencial do dia 29 de janeiro.

A convocação para habilitação será realizada pela Caixa Econômica Federal, ou outro ente por ela indicada, e se dará de acordo com a ordem de classificação no sorteio, até o limite de moradias destinados a cada grupo. Mais informações no edital da CDHU https://bit.ly/2DfZpYS.

As famílias sorteadas serão convocadas para o processo de habilitação. Na ocasião, deverão comprovar os requisitos exigidos para participar do programa habitacional. É preciso estar morando ou trabalhando na cidade e não ter sido beneficiado por nenhum outro programa habitacional.

Conforme a CDHU, outra exigência do programa é que o candidato esteja com o nome “limpo”, ou seja, sem nenhuma restrição de crédito para obter o financiamento ofertado pelas regras da CEF. Também não pode possuir pendência com a Receita Federal.

Os imóveis vão atender a famílias com renda entre um e meio e cinco salários mínimos. A Secretaria de Habitação concederá subsídios de até R$ 40 mil, conforme a renda das famílias.

Será possível contar, ainda, com subsídios federais e utilizar o FGTS no financiamento habitacional. Dessa forma, o valor das prestações ficará compatível com a capacidade de pagamento das famílias.

Os empreendimentos serão viabilizados pelo programa “Nossa Casa-CDHU”. Nessa modalidade, os terrenos são ofertados pelos municípios e a construção das moradias é realizada com recursos da Caixa e da Secretaria da Habitação, por intermédio da Agência Paulista.

O novo empreendimento “Tatuí H” fica em uma área da prefeitura de 17,4 mil metros quadrados, no bairro Inocoop, com um conjunto habitacional de dez torres de 16 apartamentos em cada uma delas (quatro unidades por andar).

O projeto prevê, ainda, a construção de duas quadras poliesportivas, salão de festas, área de lazer e toda infraestrutura de água, energia e gás, além de acessibilidade aos portadores de deficiência física.

Publicidade
Siltec