‘Bom de Bola’ começa a temporada 2018

Prefeita visita crianças e adolescentes do projeto e anuncia investimentos no esporte

2559
Treinamento do Bom de Bola é pausado para a visita de autoridades (foto: Francis Jonas Limberger)
Publicidade

Já estão em andamento as atividades da temporada 2018 do projeto “Bom de Bola – 10 na Escola”, com treinamentos no Centro Esportivo “Major Sílvio de Magalhães Padilha”. Nesta quinta-feira, 25, os cerca de 150 meninos envolvidos nas atividades receberam a visita da prefeita Maria José Vieira de Camargo e do secretário municipal de Esporte, Cassiano Sinisgalli.

As boas-vindas às autoridades foram dadas pelo treinador e ex-jogador profissional Diego Barros. Reunindo os adolescentes e crianças no gramado, Barros agradeceu o apoio recebido da administração, afirmando que boa parte dos resultados obtidos em 2017 se deu em decorrência dessa ajuda.

“A nossa maior conquista é que, na escola, nenhum dos nossos meninos reprovou no ano passado”, disse o treinador à prefeita.

“É uma alegria estar aqui e poder conhecer vocês, que fazem pelo bem do esporte. Mas esse trabalho aqui não é só esporte. Ele faz pessoas de bem”, declarou a prefeita.

Maria José lembrou de recente visita que ela recebeu do jogador tatuiano Rodinei, atualmente no Flamengo. “Humilde e simples, ele começou a carreia lá no Santa Rita, assim como vocês estão fazendo”.

Publicidade

Em função de reformas que estão sendo realizadas no estádio municipal da vila Jurema, os treinamentos do “Bom de Bola” mudaram para o atual endereço. Conforme a prefeita, este local receberá melhorias ainda em 2018.

“Está no nosso cronograma fazer a reforma do campo e dos banheiros. Em dezembro, quero voltar aqui e ver um lugar ainda melhor”, afirmou Maria José.

O secretário Sinisgalli ressaltou que o local já recebeu melhorias em 2017 e anunciou outro investimento na área do esporte. “Ainda este mês as equipes de esporte vão ser contempladas com equipamentos novos, incluindo 15 bolas”.

O projeto “Bom de Bola” trabalha com meninos com idade entre sete e 17 anos, com treinamentos três vezes por semana (terças, quintas e sábados). De acordo com Barros, há vagas para interessados. Em 2018, a iniciativa deve ser ampliada também para o futsal.

Quem participa, alimenta o sonho de ter uma carreira no futebol. Como inspiração, na terça-feira o projeto recebeu a visita do jogador Felipe Alves. Lançado pelo Bom de Bola, ele foi convocado para a seleção brasileira sub-17 em 2016 e atualmente está no Desportivo Brasil, de Porto Feliz.

Publicidade