Área de esportes começa a receber inscrições para modalidades no CIE

Novo complexo esportivo será inaugurado na 5ª; matrículas iniciarão na 6ª

405
(foto: Pablo Ruiz)
Publicidade
Da reportagem

A entrega oficial do CIE (Centro de Iniciação ao Esporte) acontecerá na tarde de quinta-feira, 5, às 16h. No dia seguinte, o Departamento Municipal de Esporte, pertencente à Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, já começará a receber inscrições para modalidades no novo complexo esportivo.

As matrículas poderão ser efetuadas para as equipes de base de basquete, vôlei, voleibol adaptado (acima de 50 anos) e futsal masculino e feminino. O DME receberá as inscrições diretamente no CIE, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 17h.

Para realizá-las, os menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis. Todos os interessados devem apresentar RG, CPF e comprovante de endereço do responsável.

A equipe do DME que atuará no local será formada pelos professores Jenner Tavares, o Jeninho, Marcos Generoso, Tucunduva, Amauri Drago, Rosa Maria (após as eleições municipais)e Filipe Ariel, sob a coordenação de Jeninho e Marcelo Oliveira.

Conforme adiantado por Cassiano Sinisgalli, secretário municipal do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, a intenção é de o CIE se tornar a “casa” das escolinhas de base do DME e das seleções municipais, masculinas e femininas, nas modalidades futsal, basquete e vôlei.

Publicidade

O complexo permitirá que o DME possa contar com equipes de futsal. A intenção é formar times masculinos, nas categorias sub-8, sub-10, sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18, e femininos, a partir da sub-12, de acordo com a demanda.

O local receberá as atividades de voleibol adaptado. As equipes tatuianas da modalidade são formadas pelo Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), com apoio do DME. No entanto, por ser disputado em categorias acima de 50 anos, dependem de liberação do governo estadual.

O XI de Agosto/AABT/Tatuí, equipe masculina profissional de basquete do município, segundo Sinisgalli, passará a dividir treinamentos e partidas entre o ginásio da Associação Atlética XI de Agosto e o CIE.

A quadra interna do novo centro deverá ser utilizada somente para treinos e jogos das escolinhas de base do DME e das seleções municipais.

Já a quadra externa, em breve, poderá ser disponibilizada aos moradores do Jardim Lucila e bairros próximos e às equipes que queiram treinar com horários agendados.

Contudo, Sinisgalli acentua que os treinamentos individuais e, posteriormente, coletivos serão iniciados somente após o governo estadual liberar as atividades esportivas no município.

O titular da pasta lembra que a fase verde (atual estágio do município no “Plano São Paulo”) permite os treinamentos das escolinhas de base e das seleções municipais, seguindo protocolos de prevenção ao contágio do novo coronavírus.

A prefeitura deu início à construção do complexo esportivo, na rua Professor Eulálio de Arruda Mello, 121, ao lado da Escola Estadual “Fernando Guedes de Moraes”, no Jardim Lucila, em janeiro de 2018, a partir de convênio com o governo federal, por meio do Ministério do Esporte.

Contudo, no mês de dezembro do mesmo ano, um ato do ex-presidente Michel Temer “congelou” os recursos enviados a várias obras em todo o país, incluindo o CIE.

Posteriormente, conforme anunciado pela prefeitura, portaria assinada pelo ministro da economia, Paulo Guedes, permitiu a retomada das obras no Jardim Lucila, no início de outubro do ano passado.

O centro de esportes foi orçado em R$ 3.067.113,22, contemplando a construção de um ginásio coberto, quadra poliesportiva descoberta e área de apoio (administração, sala de professores/técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário público), em uma construção de 3.500 m².

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome