Alunos do Conservatório realizarão provas abertas na Praça da Matriz

Evento acontece de 23 a 27 de abril com alunos do curso de MPB/jazz

656
Pedro Persone, assessor executivo do Conservatório firma parceria com a Prefeitura (foto: AI Prefeitura)
Publicidade

Na semana de 23 a 27 de abril, a Capital da Música receberá, na Praça da Matriz, a avaliação bimestral dos alunos da área de MPB/jazz do Conservatório de Tatuí, em ação colaborativa entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, e a escola de música. As apresentações acontecerão de segunda-feira a sexta-feira, sempre às 14h.

De acordo com Cassiano Sinisgalli, secretário municipal do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, a ação faz parte de projeto de fomento à música e à arte tatuiana, que já teve início em 2017 com a volta do “Música na Praça”.

“Quando entrei na secretaria, meu objetivo, junto com a administração, era fortalecer e fomentar a música em nosso município. Um dos primeiros projetos que a gente colocou em prática foi o retorno do ‘Música na Praça’ e, agora em março, conseguimos fazer uma parceria com a nova administração do Conservatório para fechar mais esta ação”, comentou o secretário.

A iniciativa deveria ser posta em prática no segundo semestre, mas foi antecipada. “Conseguimos fazer já as provas do primeiro semestre de MPB e jazz, e vamos estar todo dia, de segunda a sexta, com provas abertas dos alunos do Conservatório”, ressaltou Sinisgalli.

A confirmação do início do projeto aconteceu em reunião no dia 9, da qual participaram o assessor executivo do Conservatório, Pedro Persone, Sinisgalli, e o diretor do Departamento Municipal de Cultura, Rogério Vianna.

Publicidade

As provas abertas serão realizadas todos os bimestres e são uma oportunidade para que o público em geral possa ter acesso ao aprendizado oferecido aos alunos do Conservatório, além de apresentar a estrutura dos cursos da área.

“Essas provas abertas são muito importantes, tanto para a população quanto para os próprios alunos. Os estudantes terão a experiência de se apresentar em público, é um aprendizado. E a população também ganha. Poderá ouvir música de qualidade, ao vivo, durante toda semana”, reforçou Sinisgalli.

Ainda segundo o secretário, o projeto terá inicio na Praça da Matriz, mas a intenção é expandi-lo e levá-lo para outros espaços.

“Nossa ideia é realizar as provas abertas em outros espaços, como no CEU das Artes, Centro Cultural, na Praça da Santa, praça do Museu, praça Ayrton Senna e outras praças. Para a primeira avaliação, escolhemos a Praça da Matriz, por ser o coração de Tatuí, pela infraestrutura e por estar no centro”, detalhou.

As provas abertas também devem abranger outros cursos do Conservatório. Conforme Sinisgalli adiantou, um projeto para outras áreas.

“Depende muito do Conservatório, mas acredito que, futuramente, vamos ter provas de outros cursos em praça pública, tanto da parte musical como das artes cênicas. Queremos levar as peças para as praças também. A gente quer fomentar quanto mais ações culturais e artísticas na cidade”, afirmou.

Com esta parceria, a Prefeitura dispõe do espaço, infraestrutura completa, som, apoio na montagem, logística e transporte de equipamentos.

“Mesmo sendo alunos, vamos dar toda a infraestrutura profissional que dispomos, assim como a que é usada para o projeto Música na Praça”, completou.

Curso do CDMCC

O curso de MPB/jazz do Conservatório foi fundado em 1989, pelo professor Paulo Braga, e é um dos mais concorridos da instituição. A princípio, seguiu como modelo “Berkeley School”.

Mas, a partir de 1994, passou a ter como prioridade a construção de uma escola de música brasileira popular, o que se tornou o diferencial da área de MPB/jazz do Conservatório, onde se desenvolveu, também, um departamento de choro, que, em 2009, passou a funcionar como uma área independente.

Atualmente, o curso é coordenado pela professora Érica Masson e tem o corpo docente altamente qualificado e renomado na música instrumental brasileira. Além dos grupos formados nas aulas de prática de conjunto, o curso agrega a Big Band Jovem do Conservatório.

A área de MPB/jazz compreende os cursos de bateria, baixo acústico, baixo elétrico, canto, clarinete, flauta transversal, guitarra, piano, saxofone, trompete, trombone, percussão e violão.

Os cursos de instrumento e canto têm fixo na grade as disciplinas: instrumento ou canto, teoria e percepção, harmonia popular, história da música popular e arranjo e prática de conjunto.

São previstas, ainda, as disciplinas eletivas de maracatu, ritmos brasileiros, piano ou violão complementar, percussão complementar e prática de big band.

Publicidade