Abertura da Taça Band é adiada e não tem previsão para ser iniciada

Nove equipes tatuianas estreariam na tradicional competição no sábado

109
Publicidade
Da redação

O início da caminhada tatuiana na Taça Band de Futebol de Base 2020, torneio promovido pela TV Band Campinas e pela Vale Sports, teria início no sábado, 21, contudo, na manhã de terça-feira da semana passada, 17, os organizadores comunicaram o adiamento temporário da competição.

Conforme divulgado pela Vale Sports, a medida atende às recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e órgãos governamentais na área de saúde, em relação à prevenção ao Covid-19.

Ainda segundo o documento, neste período de paralização, a organização acompanha as determinações do Ministério da Saúde e informará as próximas decisões. “Contamos com a compreensão e colaboração de todos nesse esforço conjunto para conter a propagação da pandemia”, conclui a nota.

Neste ano, o município possui número recorde de representantes. Pelo quinto ano consecutivo, o Bom de Bola participa como “Prefeitura de Tatuí” e “CCT Tatuí”. Além disso, pela primeira vez, o Clube de Campo disputaria a Taça Band.

Cinco equipes Bom de Bola estão inscritas em quatro categorias, sendo uma na sub-9, duas na sub-11, uma na sub-13 e outra na sub-15. O Clube de Campo também está entre os participantes dessas categorias, porém, com um time representante em cada uma delas.

Publicidade

A edição 2020 da Taça Band teve 197 agremiações inscritas em seis categorias. Participam 22 equipes na sub-7, 43 times na sub-9, 52 na sub-11, 35 na sub-13 e na sub-15 e 10 na feminina.

Na categoria para atletas até nove anos de idade, o Bom de Bola está no grupo 5, ao lado de Raça Escola, PS Meninos do Adelaide e Camisa 10 B. Já o Clube de Campo foi sorteado no grupo 10, juntamente com Escola do Grêmio B, Basefut e Caterpillar.

A exemplo da sub-9, na sub-11, o Bom de Bola “A” também está no grupo 5 com os mesmos adversários, da mesma forma que o Clube de Campo tem os mesmos rivais no grupo 10. Nessa categoria, Tatuí ainda participa com o Bom de Bola “B” no grupo 9, ao lado do Rubro Negro, Meninos da Vila Valinhos e União Bom Retiro.

No grupo 4 da sub-13, o Bom de Bola tem o Chute Inicial Sumaré, CFA Itatiba e Camisa 10 B como adversários. Com o Clube de Campo de Piracicaba e Atletic Academy, o Clube de Campo integra o grupo 9.

Na sub-15, o Bom de Bola está no grupo 4 e enfrenta, novamente, o Chute Inicial Sumaré e o CFA Itatiba, além do P. Hortolândia, na primeira fase. Já o Clube de Campo forma o grupo 8 da categoria, com Gol de Placa e Rezende/XV.

Para o treinador do Bom de Bola, Diego Barros, a Taça Band é a principal competição da temporada. No ano passado, o Bom de Bola também competiu com cinco times, porém, nas categorias sub-7, sub-9, sub-11, sub-13 e sub-15. Neste ano, Barros informa que não havia número suficiente de atletas até sete anos, enquanto “sobravam” jogadores até 11 anos.

Já para Carlos Eduardo de Alvarenga Viana, o Duza, (técnico do Clube de Campo, juntamente com Jenner Tavares e Gabriel Geninho), apesar de ser uma novidade, o torneio é o mais importante do primeiro semestre.

Representada pelo Bom de Bola, Tatuí “debutou” no torneio em 2016. Na oportunidade, o time participou com as categorias sub-13 e sub-15. Naquele ano, a sub-15 foi vice-campeã, vencendo o Guarani por 1 a 0 na semifinal e perdendo para a Ponte Preta na final.

No ano seguinte, a participação aconteceu com as categorias sub-11, sub-13 e sub-15. “Chegamos à semifinal com a sub-13 e a sub-15. Na sub-13, pelo caminho até a semifinal, eliminamos a Ponte Preta, Inter de Limeira e União São João, de Araras”, lembrou Barros.

A presença tatuiana de maior destaque aconteceu em 2018. Além de ter competido na sub-11 e sub-13, o Bom de Bola conquistou o título da sub-15, ao vencer o Chute Inicial Corinthians Itatiba na final da categoria, no estádio “Nelo Bracalente”, em Vinhedo.

Os gols da final foram marcados por Gabriel Vieira, Bryan e Nicola, que conquistou o título de artilheiro da competição, com cinco gols. A equipe também obteve o título de melhor goleiro, com Guilherme Dias, que teve apenas cinco gols sofridos em oito jogos.

No ano passado, além de concorrer na sub-11, sub-13 e sub-13, a novidade ficou por conta de a cidade contar, pela primeira vez, com agremiações na sub-7 e sub-9. As cinco equipes se classificaram à segunda fase, mas nenhuma delas conseguiu chegar à decisão.

Na ocasião, Barros, afirmou ter ficado feliz pela oportunidade de os jovens jogadores terem participado do torneio. Ele se disse orgulhoso dos atletas, destacando que, em 24 jogos, foram 13 vitórias, 7 empates e apenas 4 derrotas, além de 69 gols marcados e 31 sofridos.

Antes do anúncio do adiamento temporário, Duza afirmou que o Clube de Campo estava animado para a primeira participação na Taça Band. Segundo ele, os jogadores estavam motivados e a agremiação campestre poderia conhecer o nível técnico da competição.

Paralisação

Projeto social esportivo e que recebe apoio da prefeitura, o Bom de Bola suspendeu, por tempo indeterminado, todas as atividades esportivas, como competições, treinos e viagens de atletas.

“Ficamos tristes, mas é uma decisão que se faz necessária. Sabemos que a suspensão interrompe uma etapa de trabalho, mas nós precisamos atender essa recomendação e tratar esse vírus com a seriedade que merece”, declarou Barros.

“Cabe a cada um de nós fazermos a nossa parte para que sejamos o menos afetados possível. Vamos orientar nossos atletas para permanecerem em casa e longe de qualquer situação de risco”, complementou o técnico.

Na tarde de quarta-feira, 18, Duza informou a O Progresso, que o Clube de Campo seguia normalmente com as atividades, porém, estava a critério dos pais levarem os filhos para treinarem. “Espero que os pais dos atletas tenham a consciência de deixá-los na casa até passar essa pandemia”, pediu.

No entanto, na tarde de sexta-feira, 20, a prefeita Maria José assinou o decreto municipal 20.567, dispondo sobre novas medidas para o enfrentamento da pandemia decorrente do coronavírus.

A matéria determina quais estabelecimentos devem manter-se em funcionamento e os locais que, obrigatoriamente, têm de suspender as atividades a partir desta segunda-feira, 23, até o domingo, 29, podendo ser prorrogável.

Um dos artigos do decreto determina a suspensão do funcionamento de clubes sociais e esportivos, além de bares, casas noturnas, academias, cinemas, sindicatos, estabelecimentos que realizam festas ou eventos e assembleias condominiais.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome