11 aos 90

882
Publicidade

Neste final de semana, os assinantes e demais leitores do jornal O Progresso, que adquirem as edições de maneira avulsa em pontos de venda como bancas de revistas, recebem gratuitamente a quarta edição do Guia Turístico e Gastronômico “Tatuí Cidade Ternura” – lançado junto à sétima edição da Feira do Doce, no final de semana.

O guia, que passou a ser editado em parceria com o jornal, antes mesmo de ser finalizado, no entanto, já tinha a produção efetivada em paralelo ao início dos trabalhos para a publicação de mais uma edição especial de aniversário da cidade.

Em 2019, essa que é a mais tradicional edição comemorativa produzida por O Progresso, novamente mantém o resgate da história do município para celebrar a passagem de mais um dia 11 de agosto.

Com esse objetivo, neste ano, a publicação tem como tema os 90 anos de fundação da Associação Atlética 11 de Agosto, sob o título “11 aos 90”.

No suplemento especial, será apresentado um amplo panorama desse patrimônio da Cidade Ternura, desde a fundação do clube, passando por suas memoráveis conquistas no esporte, os grandes eventos sociais já sediados em seus salões e, entre outras várias pautas, depoimentos de algumas notórias personalidades tatuianas com histórica ligação ao “11 de Agosto”.

Publicidade

O tema, portanto, tem muito a render, muito a surpreender, até porque não somente o nome da associação tem tudo a ver com Tatuí, mas em virtude de que sua trajetória, ao longo de quase um século, espelha o próprio desenvolvimento da cidade.

Isto porque, à frente e ao largo do cotidiano do clube 11 de Agosto, destacaram-se alguns dos mais ativos e proeminentes tatuianos – com destaque, claro, para o doutor Simeão José Sobral, figura absolutamente tão ímpar quanto querida na Cidade Ternura.

Focar em pessoas, aliás, muito além da própria história, tem sido uma firme opção nos especiais mais recentes, com resultados muito positivos.

Afinal, o propósito maior em datas comemorativas é, exatamente, prestar homenagem. E quem melhor para homenagear Tatuí senão seus filhos mais importantes, lembrados por meio de suas histórias, pessoas que se misturam às da cidade?

No ano passado, por exemplo, foi muito gratificante e reconhecida a série de artigos e entrevistas realizada por Luiz Antonio Voss Campos para marcar os 192 anos do município.

Por meio do especial “Voss da História”, o autor defendeu a ideia de que as pessoas – e os tatuianos em particular – estão com “saudade de sentir saudade”. Pela repercussão do trabalho, ele tem razão.

Como registrado na abertura do especial de aniversário, em época que o fato perde relevância em favor da opinião sem compromisso com o fundamento, em que as “fake news” ganham audiência em detrimento à história real, torna-se ainda mais urgente e fundamental a valorização do compromisso com a verdade – em amplo sentido.

Contudo, ainda mais importante é o resgate e a salvaguarda das tradições, das raízes, das personalidades expoentes, de tudo e todos que contribuem com a formação da própria identidade de um povo.

Justamente com este objetivo, partindo de um grande patrimônio local e focando em “tatuianíssimos”, O Progresso prepara novamente uma edição muito especial, com conteúdo exclusivo, além das mensagens de felicitações.

Em 2019, o tema do especial, portanto, é mais que bem-vindo e oportuno. O “XI” é palco não somente de disputas esportivas, mas de todo um contexto social que se sobressai na história tatuiana e sobrevive na memória afetiva de todo e qualquer legítimo conterrâneo da Égua Vermelha!

Quando nessa realidade de um passado “romântico”, a sensação, para além da saudade, é de fraternidade, de desejo de lembrar e homenagear pessoas queridas e a própria comunidade. E, para essa festa, novamente, o XI entra em campo.

Publicidade