‘Música na Praça’ vai recebe a Corporação Lira de Itapetininga

1377
Banda Lira tem 13 músicos, todos autodidatas (foto: AI Prefeitura)

O projeto Música na Praça, da Prefeitura, recebe neste sábado, 31, a Corporação Musical Lira de Itapetininga. O grupo é fruto da união de diversos músicos provenientes de outras bandas, que se uniram na década de 50.

Eles formaram a banda denominada Santa Cecília, que atuava em festas oficiais da Igreja Católica e festividades cívicas, sob a regência do maestro Ângelo Válio (Nenê Válio).

Em 1957, a Banda Santa Cecília passou a se chamar Corporação Municipal Lira de Itapetininga, e, em 1971, assumiu a regência José Carlos Soares, permanecendo até atualmente.

No ano de 1988, a banda foi declarada de utilidade pública. Ela tem o perfil das bandas de “antigamente” e sobrevive somente pelo amor dos músicos, alguns já com mais de 80 anos, sem nenhuma ajuda oficial ou particular.

Atualmente, 13 músicos – todos autodidatas – compõem a banda, que precisa de voluntários para completar o elenco nas apresentações.

O “Música na Praça” é uma ação colaborativa entre a Prefeitura e o Conservatório, com apoio cultural da Coop – Cooperativa de Consumo, para a apresentação dos agrupamentos musicais e cantores da cidade e da região, “com o objetivo de valorizar o bem cultural de expansão internacional que é a música”.

A retomada do projeto em 2017 recebeu 34 agrupamentos musicais – do erudito ao popular -, que se apresentaram no coreto da Praça da Matriz, com cerca de 600 músicos e apreciados por público estimado em 18,5 mil pessoas.