Município recebe o segundo lote da vacinas contra gripe com 5 mil doses

293
Idosos continuam a ser vacinados a domicílio (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da redação

A Secretaria Municipal da Saúde recebeu na quinta-feira, 26, mais um lote de vacinas contra a gripe, com 5.000 doses, e continuará a vacinação dos idosos a domicílio.

A Campanha Nacional havia começado na segunda-feira, 23, e em dois dias a primeira remessa enviada pelo Ministério da Saúde esgotou-se, forçando a interrupção da ação na quarta-feira, 25.

O município segue o calendário oficial da campanha nacional, que está sendo realizada em etapas. A primeira fase tem como público prioritário os idosos e trabalhadores de saúde.

Serão realizadas mais duas etapas em outras datas e para públicos diferentes. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos até 22 de maio.

A etapa seguinte da campanha terá início em 16 de abril, com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Publicidade

A última fase, que começa em 9 de maio, priorizará crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Por conta da pandemia do Covid-19, as imunizações sofreram adaptações e os idosos estão sendo vacinados a domicílio, para evitar aglomerações nos postos de saúde. Somente no primeiro dia da campanha, foram vacinados 1.470 idosos; já na terça-feira, 24, 1.468 receberam a imunização.

Conforme levantamento do Departamento de Saúde, o sistema conta com aproximadamente 24 mil idosos cadastrados e 3.644 profissionais de saúde.

A O Progresso, a secretária da Saúde, Tirza Luiza de Melo Meira Martins, explicou que o Ministério da Saúde faz a distribuição das doses por etapas para os postos e acentuou que os idosos serão vacinados conforme as unidades de saúde receberem as imunizações.

“Vamos receber os lotes semanalmente. Recebemos 5.000 no primeiro lote, imunizamos cerca de 3.000 idosos e 2.000 profissionais de saúde. Agora, recebemos mais 5.000, e continuamos a vacina dos idosos a domicílio”, informou a secretária.

Segundo ela, todos os idosos serão vacinados gradativamente nas residências. Cada unidade de saúde conta com um motorista, uma vacinadora e uma anotadora, que percorrem os bairros. “Estamos batendo de casa em casa, e vamos imunizar todos os idosos”, assegurou.

Os agentes comunitários de saúde estão entrando em contato com os idosos para que a vacinação seja realizada. A orientação é para que fiquem em casa, sendo que também podem ocorrer visitas dos agentes sem aviso prévio.

“Temos um sistema com prontuário eletrônico que tem todos os dados da população em geral. Fizemos um levantamento do endereço e telefone dos idosos e, com isso, realizamos um planejamento para fazer a vacinação casa a casa e evitar que este público vá aos postos de saúde”, comentou.

Por segurança, os agentes não entram nas casas. A equipe fica na parte externa do imóvel, onde os profissionais de saúde realizam a imunização. A secretária ressaltou que todos os membros da equipe estão devidamente paramentados e com o carro oficial da prefeitura.

A adesão nestes primeiros dias foi muito atípica, devido ao surto do coronavírus. A imunização não protege contra o novo vírus, mas pode auxiliar no descarte da gripe na triagem de casos do Covid-19.

Conforme explicou a coordenadora da VE, enfermeira Rosana Oliveira, a vacina contra a influenza garante proteção para três tipos de vírus (H1N1, H3N2 e Influenza B).

Ela aponta que, mesmo que a vacina não apresente eficácia contra o coronavírus, é uma forma de prevenção para outros vírus, ajudando a reduzir a demanda de pacientes com sintomas respiratórios e acelerando o diagnóstico para o coronavírus.

Caso o idoso tenha mudado de endereço ou esteja com os dados desatualizados no sistema, deve entrar em contato com a unidade de saúde mais próxima, por telefone ou endereço eletrônico. O contato de cada unidade está no https://www2.tatui.sp.gov.br/telefones-uteis/ na sessão: unidades de saúde.

Publicidade