‘Meu foco é a saúde, mas a bandeira é a população’, diz Marcos de Abreu

135
Antonio Marcos de Abreu (PSDB) – terceiro vereador mais votado neste ano (foto: Divulgação)
Publicidade
Da reportagem

Terceiro vereador mais votado nas eleições municipais deste ano, Antonio Marcos de Abreu, do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), começará, a partir de 1º janeiro de 2021, o terceiro mandato na Casa Leis.

Conhecido pela atuação junto a questões de saúde pública, o político, atualmente, ocupa a presidência da Câmara Municipal. Antes, esteve na primeira-secretaria do Legislativo no biênio 2015/2016 e na vice-presidência entre 2017 e 2018.

Em entrevista a O Progresso, Abreu falou sobre o resultado das eleições deste ano, expectativas para o novo mandato e trabalhos realizados na Casa de Leis, além de antecipar alguns dos projetos que pretende apresentar nos próximos quatro anos.

Quanto ao resultado das eleições, Abreu, que recebeu 1.349 votos (2,50% dos válidos), disse ter ficado feliz, mesmo com certa redução no eleitorado – o resultado foi 16,57% menor em comparação à eleição de 2016, quando conquistara 1.617votos, sendo o segundo mais votado.

“Não vejo minha eleição pelo número de votos, enxergo o resultado como uma vitória e fico muito feliz por ter ganhado todos os pleitos que disputei. Isso significa que a população confia em mim e no meu trabalho”, afirmou.

Publicidade

Ele acentuou, como outro fator positivo, ter estado no “pódio” nas três eleições disputadas. Abreu participou do primeiro pleito em 2012. Na ocasião, foi o candidato mais votado, com 2.385 votos (4,07% dos válidos); em 2016, ficou na segunda colocação e, neste ano, em terceiro.

“Com isso, minha responsabilidade é continuar fazendo o melhor para a população”, declarou, apontando que o número de abstenções e a pandemia do novo coronavírus também influenciaram no resultado.

Quase 30 mil eleitores não compareceram às urnas neste ano, segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O nível de abstenção, de 31,29%, é o mais alto em relação às três últimas eleições. Em número de eleitores, isso representa 28.354 pessoas.

“Alguns parentes meus não foram votar por medo da Covid-19. Por conta da pandemia,também não tivemos muito contato com a população na campanha, respeitando as determinações de isolamento social. Foi uma eleição atípica, e isso influenciou bastante”, comentou.

Ele ainda classificou os votos obtidos e 2020 como resultado do trabalho realizado nos últimos oito anos. “Fizemos mais de 45 leis beneficiando a população, e trabalhamos em conjunto com o Executivo para poder colher bons frutos. Trabalho que deve continuar”, afirmou.

Para os próximos quatro anos, Abreu disse ter novos projetos. O foco, segundo ele, deve continuar sendo a saúde pública, contudo, acrescenta: “Minha bandeira é a população de forma geral, emeus objetivos foram estabelecidos por meio de conversa com o povo”.

Entre os projetos pontuados pelo vereador, estão: reduzir as filas de espera por exames na rede básica de saúde,pleitear a implantação de atendimentos por convênio na Santa Casa, melhoria nas estradas rurais, iluminação pública e reclassificação do funcionalismo público.

“Outra coisa é incentivar oficinas de esportes com aulas gratuitas nos bairros onde a prefeitura tem infraestrutura e, ainda, a volta dos jogos escolares – isso, lógico, quando acabar a pandemia, ou pelo menos tiver uma vacina contra a doença”, antecipou.

Além disso, Abreu disse ter a intenção de continuar com o projeto “Vereador no Bairro”. “Somos representantes da população e, estando nos bairros, a gente vai vendo as necessidades de perto”, apontou.

“Quero continuar com este trabalho e dar o melhor de mim para a população”, concluiu Abreu.

Perfil

Abreu nasceu no dia 13 de junho de 1969, em Tatuí, filho de Mário Luiz de Abreu e Gildete Spuri de Abreu. A mãe (falecida) fez carreira como professora e doceira, sendo reconhecida como uma das grandes expoentes da produção dos doces caseiros no município. O pai também lecionou como professor, conciliando a carreira de comerciante.

É casado com a dentista Cristina Simões Almeida de Abreu, desde 25 de maio de 1991, e com quem tem as filhas: Natália Simões de Abreu, Amanda Simões de Abreu e Isabela Simões de Abreu.

Farmacêutico, graduado pela Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), em 1994, com aperfeiçoamento em gestão de saúde pública. Pós-graduado em gestão hospitalar, gestão pública e gerência de cidades.

Iniciou a trajetória profissional em Guareí, em 1994, quando também participou do Consórcio de Desenvolvimento da Região de Governo de Itapetininga (Condergi). Dois anos depois, em 1996, assumiu pela primeira vez o cargo de farmacêutico responsável e ingressou na prefeitura de Tatuí.

Junto ao governo do estado de São Paulo, implantou na cidade os programas Dose Certa, Saúde Mental, Alto Custo, Tuberculose/Hanseníase e DST/Aids.

Em 1998, disputou pela primeira vez o cargo de conselheiro municipal de saúde, sendo eleito consecutivamente para a função.

Em 2008, foi escolhido pelo então prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo para ser interventor da Santa Casa de Misericórdia de Tatuí. Iniciou as atividades em outubro do mesmo ano.

Já em 2012, foi eleito o vereador mais votado do município. Abreu é autor de mais de 45 leis municipais aprovadas. Entre elas, está a que garante a pacientes idosos e portadores de necessidades especiais receber medicamentos em casa (lei 4.890).

Abreu também é autor da lei 5.281, que garante às pessoas com deficiência o atendimento por transporte. O benefício é estendido aos acompanhantes desses pacientes que necessitam se locomover em razão da deficiência.

Outra legislação dele é a lei 4.818, que obriga a Central de Vagas a divulgar a lista de pacientes em espera de consultas com especialistas e a lista de quem aguarda os procedimentos de diagnósticos e cirurgias na rede municipal de saúde.

Abreu ainda é autor da lei 5.400, que veda a contratação, pela administração pública municipal, de condenados por violência doméstica e familiar contra a mulher (casos protegidos pela Lei Maria da Penha).

Atuou para a aprovação de lei que declara a Liga Tatuiana de Apoio aos Cancerosos (LITAC) entidade de utilidade pública estadual, junto ao então deputado estadual Salim Curiati.

Abreu lembra ter também atuado junto ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tatuí para regularizar a gratificação de vários cargos.

Entre eles: agentes de organização escolar, secretários de escola, agentes de turismo, enfermeiros, eletricistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, pintores, psicólogos, técnicos agropecuários e ambientais.

Em 2013, criou o Projeto Vereador no Bairro. A iniciativa consiste em visitas feitas por ele em uma perua customizada. Uma vez por semana, Abreu percorre os bairros da cidade para ouvir sugestões, pedidos e reclamações.

“As anotações são transformadas em indicações e requerimentos que são votados na Câmara e enviados para a prefeitura”, ressalta o parlamentar.

Há vários anos, Abreu participa como voluntário de projetos que atendem o “Arte pela Vida”, a Casa do Bom Velhinho e a Casa dos Irmãos de Rua “São José”, com doação de alimentos e cortes de cabelo gratuitos.

Publicidade