‘Lobinhos’ de Tatuí recebem distintivo com grau máximo

Lobinhos conquistam o distintivo especial Cruzeiro do Sul (foto: divulgação / Grupo Tupancy)
Da redação

O 3º Grupo Escoteiro Tupancy de Tatuí realizou, no primeiro final de semana de junho, o encerramento do 1º Acantonamento do Ramo Lobinho “Um Dia de Jângal”.

Na cerimônia, foi entregue o distintivo especial do Cruzeiro do Sul aos lobinhos Amanda de Araújo Barros, Isabelle Martins Baroni e Ottávio Antonio Lisboa. “Foi muito bom e emocionante vê-los recebendo os distintivos tão esperados”, comentou Vanderléia Rossi, chefe da seção do “ramo lobo”.

Segundo a equipe organizadora, a condecoração coroa a dedicação e o aprendizado apresentados pelos jovens durante toda a fase de lobinhos. O Cruzeiro do Sul é um emblema de grau máximo, aprovado pela diretoria do nível local, homologado pela diretoria regional e com certificação da Diretoria Executiva Nacional (DEN) dos escoteiros do Brasil.

Segundo Vanderléia, para que se consiga o distintivo Cruzeiro do Sul, é preciso realizar e participar de diversas atividades. Entre elas: todas as previstas no 2º Guia do Caminho do Jângal, ter acampado ou acantonado três vezes, ser recomendado pelos “velhos lobos” e pela “Roca de Conselho” pela dedicação no aprendizado, entre outros requisitos.

“Agora, o desafio para os condecorados é fazer a passagem para a tropa escoteira e se dedicar para conquistar o distintivo “Lis de Ouro””, explicou Vanderléia. Segundo ela, cada passagem de ramo tem um emblema especial e etapas a serem cumpridas no decorrer das atividades.

Para se tornar lobinho, a criança precisa ter, no mínimo, seis anos. Já para se conquistar o distintivo Cruzeiro do Sul, deve-se passar por diversas etapas de progressão. Em média, leva-se de três a quatro anos para se alcançar o emblemo máximo do escotismo.

No evento, foram condecorados também, pelo DEN, os chefes Luís Fernando Aparecido Pedroso de Barros (Véio) e Fernanda Lopes de Araújo Barros, com a medalha da perseverança, “devido aos esforços junto aos demais adultos voluntários, com o intuito de manter os jovens motivados e a continuidade participativa de crianças, adolescentes e jovens, nas atividades oferecidas durante a pandemia”.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome