Jazz Sinfônica do Conservatório apresenta-se no ‘P. Ferreira’

306





Divulgação

Concerto com a Jazz Sinfônica acontece na manhã deste domingo

 

A Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo faz concerto especial na manhã deste domingo, 1o, no teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório. A apresentação, em formação camerata, acontece a partir das 11h, com entrada franca. A regência será do maestro convidado Douglas Fonseca.

Desde sua criação em 1990, pela Secretaria do Estado da Cultura, a Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo propõe-se a “dar um tratamento” sinfônico à música popular brasileira e universal.

Sua formação é “bastante singular, pois une a orquestra nos moldes eruditos a uma big-band de jazz, produzindo uma sonoridade ímpar”, conforme divulgado pela assessoria de imprensa da escola de música. “Esta característica tem lhe conferido protagonismo na criação de uma nova estética orquestral brasileira”.

Ainda de acordo com a assessoria, “quem teve a primazia de transpor as melodias populares de compositores como Luiz Gonzaga, Tom Jobim ou Pixinguinha para a grandiosidade do som sinfônico foi Cyro Pereira, o grande maestro dos Festivais da Record da década de 60 e fundador da orquestra”.

Ele criou o repertório fundamental da orquestra. Depois dele, a Jazz Sinfônica formou uma equipe de orquestradores de excelência, que trabalham diariamente para a formação do seu repertório.

A lista de músicos brasileiros e internacionais que já dividiu o palco com a Jazz Sinfônica é imensa: Tom Jobim, Gal Costa, João Bosco, Diane Schurr, John Pizzarelli, Dee Dee Bridgewater, Paquito d’Rivera, entre muitos outros.

O diretor artístico e regente titular da Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo é João Maurício Galindo e Fábio Prado, seu regente adjunto.

Desde janeiro de 2012, a Jazz Sinfônica é administrada pela Organização Social de Cultura Instituto Pensarte.