Guardas prendem homens vendendo celulares com preço abaixo do mercado

1844
Equipe da GCM responsável pelas prisões (crédito: Divulgação/GCM)

A Guarda Civil Municipal prendeu três homens na manhã de segunda-feira, 11, acusados de contrabando, violação de direitos autorais, descaminho e associação criminosa. As prisões aconteceram na região central, onde os três estariam vendendo telefones celulares com preço abaixo do praticado pelo mercado.

As denúncias davam conta de que telefones do modelo Motorola G4 estariam sendo vendidos por R$ 300, quando o preço de mercado é R$ 1.300.

Davi Soares de Oliveira foi abordado na rua Prudente de Moraes. Segundo o boletim de ocorrência, com ele havia um celular, R$ 200 e quatro correntes prateadas. Ele informou aos guardas que mais duas pessoas estariam participando do comércio irregular. O material ilícito teria sido comprado na galeria Pajé, no centro de São Paulo.

Os guardas pediram reforço e, logo depois, localizaram Francisco Soares na rua 11 de Agosto. Ele estava com um telefone celular, R$ 450 e duas correntes prateadas.

Thiago Pereira foi preso no Mercado Municipal. Com ele, R$ 719. O acusado teria admitido que, desse valor, R$ 500 eram provenientes da venda de celulares.

Os três foram apresentados na Delegacia Central, onde os investigadores constataram que Thiago já havia sido autuado outras vezes pelo mesmo tipo de crime em Jundiaí e Votorantim. O delegado de plantão determinou a prisão do trio.

Materiais apreendidos pelos guardas municipais (créditos: Divulgação/GCM)