GCMs terão alteração em seus salários com incorporação de horas

287
Publicidade





A Prefeitura teve aprovado o projeto de lei 47, de 17 de setembro de 2014, do prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, que garante benefício nos salários dos 154 guardas civis municipais.

O texto dispõe sobre alteração no plano de cargos e salários dentro do próprio estatuto da Guarda. A matéria permite reconhecimento salarial de acordo com o padrão hierárquico e graduação de cada componente. O estatuto foi criando em 13 de outubro de 2010, por lei municipal.

A partir de agora, os guardas receberão incentivo nos vencimentos salariais: por meio da incorporação da chamada “hora abonada”.

O benefício, concedido no passado de “maneira ilegal”, conforme divulgado pela Prefeitura, passa a ser definitivo e irá acompanhar o servidor até a aposentadoria, também nos momentos de férias, afastamentos e licenças médicas.

Publicidade

“Esta é a primeira atualização de benefícios e incentivos realizada desde 1996, quando a Guarda Municipal foi criada”, lembrou a diretora de recursos humanos, Fabiana Freitas. Ela também cita como conquistas para o grupamento a adoção do Regime Especial de Trabalho, que passou a vigorar no mês de maio.

O guarda José Marcelo Neto, que sofreu um acidente de moto e teve parte importante de seu salário subtraído por força da lei, recorda as dificuldades antes das mudanças.

“Trata-se também de uma conquista muito importante. Em caso de afastamento por algum incidente ou eventualidade no trabalho, ou algum problema de saúde, o guarda receberá o salário integral”, comentou.

O anúncio oficial da medida aconteceu no dia 6 de setembro, em evento que apresentou 15 novos homens e as novas viaturas para a corporação.

“A nossa Guarda passa, agora, a contar com um quadro salarial próprio especificado de acordo com o cargo exercido, atendendo as especificidades da carreira militar. Essa é uma forma de valorizar o trabalho de todo nosso efetivo”, finalizou o prefeito.


Publicidade