Fusstat arrecada mais de 2 mil cobertores em ação de inverno

Iniciativa atende mais de 20 entidades assistenciais da cidade

15
Fusstat entrega cobertores para a Paróquia Santa Rita de Cássia (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

O Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), por meio da campanha Inverno Solidário, que teve início no mês de maio, arrecadou 2.077 cobertores e mantas, doados por empresas, grupos de amigos e anônimos.

De acordo com a presidente do Fusstat, Alessandra Vieira de Camargo Teles, a arrecadação ocorreu até o final do mês de setembro, quando foi encerrada oficialmente a campanha.

Mais de 20 instituições receberam os donativos, entre elas: Casa de Apoio ao Irmãos de Rua São José, Recanto do Bom Velhinho, Lar São Vicente de Paulo, Casa de Acolhimento Institucional, Assistência Social do município, Paróquia Sagrada Família, Paróquia Sagrado Coração de Jesus (vila Angélica), Conselho Tutelar, Paróquia Santa Rita de Cássia (Jardim Santa Rita de Cássia), Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus (CDHU), Cosc, Litac, Paróquia São Lázaro, Igreja Batista, 2ª Igreja do Evangelho Quadrangular (vila Esperança), Santa Casa de Misericórdia, Santuário São Judas Tadeu, Igreja São José Operário e Paróquia Nossa Senhora das Graças.

“A gente acredita que, com o trabalho feito em parceria com os Cras (Centros de Referência de Assistência Social), Vicentinos, igrejas evangélicas e associações, nós conseguimos atender as famílias em situação de vulnerabilidade no município. Cobertor não faltou”, observou a presidente.

Cerca de 200 cobertores foram reservados no Fusstat para atender a emergências que surgirem durante o ano. Além disso, a presidente ressalta que, apesar do fim da campanha, a entidade recebe doações durante todo o ano.

Publicidade

Alessandra disse ter ficado surpresa com o resultado da campanha de inverno. No início da ação, em maio deste ano, a meta era receber e doar 1.100 cobertores e mantas novos e, neste ano, o Fusstat ultrapassou o objetivo, dobrando o número de doações.

“Foi a segunda surpresa boa que tivemos. A primeira ocorreu quando arrecadamos as cestas básicas e recebemos mais de três vezes o número de doações que esperávamos. Nós trabalhamos bastante, mas sempre ficamos surpresas”, destacou a presidente.

Publicidade