Furtos em lojas vizinhas geram perda superior a R$ 270 mil

Crimes em estabelecimentos ocorreram simultaneamente

391
Da redação

Dois estabelecimentos comerciais vizinhos, localizados na rua Maneco Pereira, na área central, foram furtados na noite de sábado, 19.

Após registrarem boletins de ocorrência, os representantes das lojas retornaram ao plantão policial, nesta semana, informando que os crimes provocaram prejuízo superior a R$ 270 mil.

Conforme relatado pelo proprietário de uma loja de peças e acessórios para fogões, no domingo, por volta das 10h, ao passar em frente ao estabelecimento, ele percebeu que o portão e os cadeados estavam “diferentes”.

Segundo relatado, o empresário caminhou até os fundos da loja, notou a falta de alguns produtos e encontrou um buraco na parede que divide com o outro estabelecimento, de perfumes e cosméticos. Ele viu diversos produtos da loja vizinha no chão, avisando o ocorrido ao outro empresário.

Poucos minutos depois, segundo o boletim de ocorrência, o dono da loja de perfumes também foi contatado por um representante da empresa que presta serviço de monitoramento, comunicando que não estava recebendo o sinal do alarme desde a noite anterior, às 19h33.

Na sequência, de acordo com o boletim, o empresário constatou que a loja estava com a energia cortada, além de que portas internas haviam sido arrombadas, incluindo uma porta de vidro que dá acesso ao escritório, que fora quebrada.

Conforme o documento, no momento do registro das ocorrências, os dois empresários ainda não haviam realizado levantamentos para saber a quantia de produtos subtraídos e os prejuízos gerados pelos furtos.

Ainda segundo o BO, o proprietário da loja de perfumes e cosméticos retornou à Delegacia Central na quarta-feira, 23, após fazer o levantamento do estoque, pelo qual constatou prejuízo no valor de R$ 271.819,10.

No dia seguinte, o dono da loja vizinha também esteve no plantão policial, informando o furto de 17 fogões, dois fornos, dois tachos e uma lavadora, avaliados em R$ 7.610.