Força Tática apreende mais de 900 porções de crack em menos de 48h

414
Centenas de entorpecentes foram apreendidos após denúncia anônima (foto: divulgação PM)
Da redação

A Polícia Militar conseguiu recolher mais de 900 papelotes de crack em duas ocorrências no município. Os casos aconteceram nos bairros San Raphael e Rosa Garcia 2, em menos de 48 horas.

Um agente de segurança de 28 anos foi preso, no início da noite de segunda-feira, 11, acusado de tráfico de drogas no San Raphael. Durante a ação, a PM apreendeu centenas de papelotes e uma pedra a granel de crack, além de porções de cocaína.

De acordo com a PM, às 18h15, uma equipe da Força Tática fazia patrulhamento de rotina quando recebeu denúncia anônima de que um indivíduo estaria vendendo entorpecentes no bairro.

A equipe se dirigiu à rua Benedito Mendes Almeida e teria visualizado três sujeitos fumando maconha em uma garagem. Eles foram abordados e, em revista pessoal, os policiais teriam encontrado um cigarro de maconha com o proprietário do imóvel.

Indagado sobre a denúncia, o agente de segurança teria confessado que um indivíduo lhe pagava R$ 200 por semana para que armazenasse as drogas. Na sequência, ele indicou onde os entorpecentes estavam escondidos.

Segundo o boletim de ocorrência, ao todo, os policiais localizaram 782 papelotes e uma porção a granel de crack, 75 porções de cocaína, um caderno de anotações, três balanças de precisão, um estilete, uma peça de madeira, um plástico filme, sacolés e R$ 200.

Os três indivíduos foram levados à Central de Flagrantes. O agente de segurança, identificado como Weide Costa, recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e permaneceu à disposição da Justiça. Os outros dois homens foram ouvidos e liberados.

Dois dias antes, na noite de sábado, 9, a Força Tática já havia apreendido mais de uma centena de porções de crack que estavam escondidas na cueca de um jovem de 19 anos. Na oportunidade, o sujeito acabou sendo detido, suspeito de tráfico de drogas, no Rosa Garcia 2.

Conforme a PM, a equipe percebeu que um veículo ocupado por dois homens mudara de direção repentinamente, na rua Téofilo de Andrade Gama, ao avistar a viatura. Durante a abordagem, os policiais encontraram R$ 260 e um celular com um motorista de aplicativo de 35 anos e 124 porções de crack com o passageiro.

De acordo com o boletim, o jovem confessou o tráfico, afirmando que havia pegado os entorpecentes em São Paulo. Já o condutor do automóvel disse que somente estava fazendo uma corrida para o passageiro.

Os dois foram levados ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Delegacia Central, porém, apenas o passageiro recebeu voz de prisão por tráfico de drogas, ficando à disposição da Justiça.