Estado anuncia nova data destinada à vacinação contra a febre aftosa

1392
Vacinas devem ser compradas e aplicadas pelos próprios produtores (foto: AI Prefeitura)
Publicidade

A Defesa Agropecuária, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, alerta os proprietários de rebanhos bovinos e bubalinos que inverteu o calendário de vacinação contra a febre aftosa neste ano, para padronizá-la em todos os Estados brasileiros.

Na primeira etapa da campanha, que acontece durante o mês de maio, devem ser vacinados todos os animais do rebanho, independentemente da idade, conforme a resolução SAA 55/2017, sancionada em 31 de outubro de 2017. Já na segunda etapa, no mês de novembro, os bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses deverão ser vacinados.

As vacinas devem ser compradas e aplicadas pelos próprios produtores e, depois, informadas no sistema de gerenciamento da Defesa Agropecuária, o Gedave – Gestão de Defesa Animal e Vegetal, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

As declarações de vacinação podem ser geradas até o dia 8 de junho, no site do Gedave (https://gedave.defesaagropecuaria.sp.gov.br/) e devem ser apresentadas no Escritório de Defesa Agropecuária de Itapetininga (EDA).

A vacinação contra a febre aftosa é obrigatória. Quem deixar de vacinar recebe multa de cinco Ufesps, o que equivale a R$ 128,50 por cabeça de gado, e, se deixar de informar a vacinação no Gedave, a multa é de três Ufesps, R$ 77,10 por cabeça de gado. O valor de cada Ufesp (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo) é R$ 25,70.

Publicidade

Caso o proprietário possua a senha do sistema Gedave e tenha alguma dúvida para comprar e apresentar a declaração da vacina, pode procurar a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente da Prefeitura de Tatuí, à rua 13 de Maio, 1.084, centro, de segunda a sexta, das 8h às 13h.

Mais informações com Luiz ou Priscila, pelos telefones: (15) 3251-4386 e 3305-4385.

Publicidade