Escolinhas municipais de esporte recebem mais de 1.000 inscrições

Matrículas permanecem disponíveis e devem ser efetuadas pela internet

167
Da redação

Apesar de, no momento, as atividades presenciais das escolinhas municipais estarem suspensas, o Departamento Municipal de Esporte, pertencente à Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, continua recebendo inscrições.

Conforme o diretor do DME, Douglas Dalmatti Alves de Lima, o Buko, desde o início do ano até a atualização mais recente, na sexta-feira da semana passada, 9, haviam sido contabilizadas 1.055 matrículas para 26 modalidades esportivas oferecidas pelo órgão municipal, abrangendo crianças a partir de cinco anos até idosos com mais de 80.

“Há pessoas que, por não estarmos com as atividades presenciais, ainda não realizaram a matrícula. Mas, já é possível vermos o grande número de alunos que temos na área de esportes”, comentou o titular da pasta, Cassiano Sinisgalli. “Temos certeza de que esse número ainda vai crescer muito mais”, completa.

São aceitas matrículas para amarelinha africana, atletismo, atletismo ACD, balé, basquete feminino e masculino, beisebol, caratê, capoeira, damas, funcional, futebol, futsal feminino e masculino, hidroginástica, ioga, judô, natação, natação ACD, ritmos, rúgbi, tênis de campo, vôlei adaptado, voleibol feminino e masculino e xadrez.

Equipamento de esportes da prefeitura, o Centro Esportivo “Major Sílvio de Magalhães Padilha”, situado na área central, receberá atividades de amarelinha africana, atletismo, atletismo ACD, hidroginástica, natação e rugby.

Inaugurado há cerca de seis meses, o CIE (Centro de Iniciação ao Esporte) “José Edson Leal Leite (Éde)”, no Jardim Lucila, será palco dos treinos, femininos e masculinos, de basquete, futsal e voleibol. O local também será utilizado para o vôlei adaptado, assim como a Associação Atlética XI de Agosto.

As aulas de capoeira, damas e xadrez serão realizadas no Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires”, o CEU das Artes, na vila Santa Helena. O local, da mesma forma que a sede do DME, na área central, sediará atividades de balé, ioga e funcional.

A sede do DME, juntamente com o núcleo esportivo localizado no Jardim Santa Rita de Cássia, receberá os treinos de caratê e judô. Beisebol e tênis de campo serão agendados para o Complexo Esportivo Municipal “Doutor Ubirajara Loretti”, na vila Doutor Laurindo.

As aulas de ritmos serão realizadas no CEU das Artes, no “Doutor Ubirajara Loretti”, no núcleo esportivo do Santa Rita e em um espaço atrás da Escola Estadual “Semíramis Turelli Azevedo”, no Jardim Tóquio. Também haverá aulas de natação ACD nas dependências do Clube de Campo.

Já os treinamentos de futebol de campo serão promovidos nos estádios municipais “David Machado”, na Fundação Manoel Guedes, “Paulo Francisco Manoel”, no Jardim Santa Rita de Cássia, e “Professor Simeão Sobral”, na vila Jurema.

“Estamos fazendo todo o planejamento, com diretores e coordenadores do DME, para que as equipes já estejam prontas quando passarmos de fase no Plano São Paulo. Planejamos dar a retomada, nem que seja em um volume menor de alunos”, afirmou Sinisgalli.

De acordo com o secretário municipal, o DME planeja, após o governo estadual liberar as atividades esportivas presencialmente, iniciar as aulas de zumba, caratê, judô e capoeira, além do futebol de campo, no centro esportivo do Santa Rita.

Provavelmente, segundo Sinisgalli, o bairro ainda deve, em breve, ganhar um ginásio esportivo. Em parceria entre o DME e a Secretaria Municipal de Educação, o novo equipamento esportivo deverá ser palco de uma nova escolinha municipal de futsal.

Os interessados em realizar as inscrições precisam acessar o site: http://bit.ly/FichadeinscriçãoEsportes. Mais informações podem ser obtidas com o DME, pelo telefone: (15) 3251-4844.