Entrega de títulos e 1ª execução de hino marcam sessão do Legislativo

273
Publicidade

Aconteceu na noite desta segunda-feira, 25, no teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório, a sessão solene do Legislativo para a entrega de seis títulos de cidadania tatuiana e, também, para a primeira apresentação oficial do Hino à Câmara Municipal de Tatuí, composto por Elidamaris Cortez.

Na cerimônia, foram outorgados os títulos a cidadãos que não são nascidos em Tatuí, mas que, de alguma forma, “agregaram conhecimento e valor à comunidade tatuiana”.

Os homenageados da noite foram Francisco Antonio Sardelli, José Orlando de Castro Parente, Karin Schincariol Vercellino, Luiz Lauro Ferreira Filho, Laércio de Jesus Oliveira e Vera Lúcia de Campos Araújo.

Antes da apresentação oficial do Hino à Câmara, a professora de música e maestrina Elidamaris contou como havia sido a composição da música. Segundo ela, no fim do ano passado, quando recebeu a ligação informando que havia recebido o título de cidadã emérita, “sentiu-se tão honrada que perguntou se a Câmara possuía um hino.

Como a resposta foi negativa, ela conta ter decidido fazer o Hino à Câmara de Tatuí, como ato de gratidão pelo título emérito que estava recebendo.

Publicidade

“Naquele mesmo dia, no fim da tarde, entrei em uma sala de piano e dei o primeiro acorde, e escutei o hino todo”, relembra a maestrina. Segundo ela, a composição acabou concluída nesse mesmo dia e a letra ganhou forma no dia seguinte.

Durante o pronunciamento, a professora aproveitou para agradecer à Fatec de Tatuí, onde ocorreu a gravação do hino.

A composição foi executada pela Orquestra Filarmônica Cortez e a letra, entoada pelo Coral daS Estrelas, coordenado pela musicista Karin Schincariol.

Após a apresentação, foi entregue a Elidamaris um certificado de aplausos e congratulações, aprovado em Câmara, pela composição da música e letra do hino.

Após a apresentação, foram entregues os títulos aos homenageados. O primeiro a receber foi o deputado estadual Francisco Antonio Sardelli (PV), que, em Tatuí, auxiliou na conquista da Faculdade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), instituição que oferece vagas gratuitas de ensino superior.

Nos agradecimentos ao título, o deputado afirmou ser “um prazer enorme a honraria. Sou feliz em ter participado da história da vinda da Univesp para cá”, declarou.

O segundo a receber o título, José Orlando de Castro Parente trabalhou, desde 1975, no Aeroclube de Tatuí, como rebocador de planadores, onde realizou aproximadamente 32 mil voos.

A terceira homenageada da noite foi a musicista Karin Schincariol Vercellino, que recebeu o título pela dedicação ao ensino de música aos alunos de Tatuí e cidades da região.

Atualmente, ela é regente de corais infantis, infantojuvenis e adultos do Conservatório e, desde março de 2016, também é regente e tecladista do Coral das Estrelas, do condomínio Colina das Estrelas.

Laércio de Jesus Oliveira foi o quarto a receber a cidadania tatuiana. Ele ocupa o cargo de diretor e secretário-geral da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Tatuí desde 2013. Foi um dos principais colaboradores da construção da Casa do Advogado local.

Ao agradecer, o homenageado lembrou que, quando chegara à cidade para realizar estágio de direito, notou que a OAB “tinha muito o que fazer para atender à população mais necessitada”. Relembrou, também, que, em 2012, junto aos Poderes Executivo e Legislativo, conseguiu um terreno de 980 m² para a construção da Casa do Advogado, que deve ser finalizada no mês que vem.

“A casa terá auditório para 90 pessoas, e total acessibilidade para deficientes. Então, teremos total apoio para os necessitados”, acentuou o advogado. Também revelou que, junto com a esposa, fez questão de que as duas filhas fossem tatuianas. Com a voz embargada, finalizou o discurso reforçando que, “com muito orgulho, sou tatuiano”.

Vera Lúcia de Campos Araújo foi a quinta e última a receber o título na noite. Após participar de um curso de dança livre, Vera foi convidada a integrar a equipe tatuiana de atletas com mais de 60 anos, na modalidade coreografia.

Na primeira competição regional do Estado, já se sagrou vice-campeã e, depois, representou Tatuí nos Jogos Abertos do Idoso, do Estado de São Paulo, em Praia Grande.

“Acredito que não tem ninguém em Tatuí que goste mais de morar aqui do que eu”, comentou Vera, iniciando o discurso de agradecimento. “Aqui eu escolhi para terminar os meus dias, mas não vai ser tão já, porque pretendo viver até os 120 anos”, acrescentou a atleta.

O deputado Ferreira Filho, um dos homenageados com o título de cidadania tatuiana, não compareceu ao evento. Após a finalização das entregas dos títulos, o vereador João Éder Alves Miguel (PV) se pronunciou em nome da Câmara e afirmou que a cidade se orgulha de ter os homenageados como cidadãos.

“Nós os cumprimentamos, parabenizamos e fazemos votos que o trabalho desenvolvido por cada um de vocês perpetue”, finalizou o vereador. No encerramento da cerimônia, houve apresentação de quatro músicas pela Filarmônica Cortez, três delas “releituras” e uma composição da maestrina Elidamaris.

Publicidade