Em dois dias, PC de Tatuí registra três boletins de óbitos suspeitos

611
Da redação

Entre os dias 11 e 12, segunda-feira e terça-feira, a Central de Flagrantes da Delegacia Central de Tatuí registrou três boletins de ocorrência por encontro de cadáver e mortes suspeitas na cidade.

O primeiro caso ocorreu na segunda-feira, 10, quando uma equipe da Polícia Militar encontrou o corpo do guarda civil municipal Donizete Vieira, 55, na rua Abílio Manuel de Sá, no Conjunto Habitacional “Amaro Padilha”, o Inocoop.

Segundo a PM, o homem estava caído na via pública. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado e fez procedimentos de praxe para o socorro, contudo, a vítima já estava sem vida.

O segundo caso ocorreu na tarde de terça-feira, 12, no Jardim Santa Rita de Cássia. O corpo do ajudante de pedreiro Rogério Paes da Rosa, 52, foi encontrado em uma casa na rua Gentil da Mota.

A PM encontrou o corpo e acionou um serviço funerário da cidade, que o encaminhou para a realização da necropsia. Um boletim de ocorrência de encontro de cadáver foi registrado na Polícia Civil, que requisitou exame pelo IML (Instituto Médico Legal).

Outro caso de morte suspeita ocorrida nesta semana é referente ao carcereiro Osnildes José Moreira, 58. O homem foi encontrado morto, na tarde de terça-feira, 12, na casa onde morava, na rua Alberto Vitali, na vila São Cristóvão.

Conforme o boletim, a ocorrência foi registrada pela ex-mulher da vítima. À PC, ela informou que um vizinho encontrara o ex-marido dela morto na casa. Ainda disse ter ido até o local e não encontrado sinais de arrombamento ou violência.

A mulher ainda informou que o homem sofria de “problema no coração” e morava sozinho. Com o registro de morte suspeita, a PC encaminhou a vítima para ser submetida a exame necroscópico no IML.