Em Brasília, prefeito intercede para municipalizar a estação ferroviária

Executivo pede pela agricultura familiar e cobra recursos para a Educação

60
Da esquerda para a direita, o tatuiano Sérgio De Zen, a ministra Tereza Cristina, o prefeito de Tatuí e o secretário Fernando Silveira Camargo (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da redação

Entre os dias 22 e 24 de novembro, o prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior cumpriu agenda em Brasília, capital federal. Segundo a assessoria de comunicação do Executivo, ele priorizou visitas aos ministérios e departamentos do governo federal e junto à Câmara dos Deputados, em busca de recursos e novos convênios.

Uma das agendas do prefeito foi com a ministra Tereza Cristina, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Na pauta, assuntos que envolvem incentivos e recursos para a agricultura familiar, abastecimento com viés social e eventuais convênios para apoio ao produtor rural, alguns deles já cadastrados e com processo em andamento.

Conforme a assessoria, nesse dia, o prefeito foi recebido também pelo secretário da Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Fernando Silveira Camargo, e pelo tatuiano Sérgio De Zen, que ocupa a diretoria de Política Agrícola e Informações da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

Nesse mesmo ministério, o prefeito foi recebido pelo secretário da Política Agrícola, César Hanna Halum, e pelo diretor do Departamento de Cooperativismo e Acesso a Mercados, Márcio de Andrade Madalena.

“A reunião foi muito produtiva e renderá frutos com certeza. Já iremos encaminhar a documentação necessária para alguns convênios e programas da pasta”, declarou Cardoso Júnior.

Publicidade

No Ministério da Infraestrutura, o prefeito teve reunião com Thiago Alvarenga, assessor da secretaria executiva do Ministério da Infraestrutura, e com Bruno Picinin Fernandez, coordenador-geral de gestão ferroviária. Em pauta, o prédio que abriga a estação ferroviária de Tatuí.

Conforme anunciado por meio de nota à imprensa, a prefeitura reivindicou a municipalização do imóvel, para que ele possa ser utilizado como mais um espaço cultural, diante do seu valor histórico.

“Levamos toda a documentação de como está esse processo iniciado em 2013. Fomos oficiados em junho passado que a cessão do imóvel estava em estudo na Comaf, a Coordenação de Manutenção Ferroviária. Queremos agilizar o processo. Aguardamos para as próximas semanas uma novidade positiva”, comentou o prefeito.

Ele também esteve na sede do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), do Ministério da Educação, participando de uma reunião com o diretor da Dirae (Diretoria de Ações Educacionais), Garigham Amarante, em busca de recursos para o término das obras da creche do bairro Santa Cruz e da quadra poliesportiva coberta (miniginásio) no Jardim Santa Rita de Cássia, além de recursos para novos programas. O governo federal atrasou em 2021 o repasse de recursos para essas duas obras.

O prefeito ainda esteve com o ministro João Roma, do Ministério da Cidadania, falando sobre novos programas sociais para Tatuí, como o Alimenta Brasil, de incentivo à produção de alimentos dos agricultores rurais.

Na Câmara Federal, ele ainda visitou o gabinete do deputado federal Samuel Moreira, onde agradeceu a emenda de R$ 2 milhões para a infraestrutura e ainda apresentou outras demandas.

Publicidade