Documentário sobre a Proclamação da República tem exibição nesta quarta

247





Documentário sobre um dos fatos mais importantes da história do país. Citado em diversos meios de comunicação – e nos principais deles, como o “Estado de S. Paulo” –, o filme “Trem Republicano 1873” chega a Tatuí nesta semana.

Produzido por Antônio Barros Freire, ele tem exibição gratuita na noite de hoje, quarta-feira, 13, às 20h, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”.

O documentário parte da inauguração da Estrada de Ferro Ytuana, em 1873, construída pelos fazendeiros do interior do Estado para acelerar o transporte do café até o porto de Santos.

No vídeo, Freire destaca como a estrada de ferro alavancou o desenvolvimento econômico de São Paulo e também a campanha para a Proclamação da República, que data do ano de 1889.

De acordo com o autor, a ferrovia chegou a Itu permitindo a famosa Convenção Republicana. Esta “provocou, anos mais tarde, o fim da monarquia, o exílio de dom Pedro II e o retorno da família imperial para a Europa”.

O documentário traz o depoimento de historiadores, jornalistas e pesquisadores em abordagem sobre a importância da ferrovia no Brasil nas décadas finais do império.

Mostra, também, o papel da imprensa no movimento republicano, a participação dos maçons, a abolição da escravatura, a vida do imperador dom Pedro II, a arte e a música na monarquia.

O ambiente cultural, político e econômico do século 19 são focados com apoio de imagens consideradas preciosas e obtidas por meio de fontes diversas. Entre elas, os museus Republicano “Convenção de Itu”, vinculado à USP (Universidade de São Paulo), de Salto, Imperial de Petrópolis, Paulista da USP e ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária).

“Trem Republicano 1873” traz entrevista com várias personalidades, incluindo o trineto do imperador dom Pedro II, o fotógrafo João de Orleans e Bragança. “Pedro II tinha a correta visão de que o Brasil, mesmo longe da Europa, não podia perder o trem da história”, afirma ele, em trecho do filme.

Além de Tatuí, o documentário será exibido nesta sexta-feira, 15, feriado da Proclamação da República, pela TV Cultura, a partir das 22h. Antes, na terça-feira, 12, seria apresentado no Museu Republicado de Itu, a partir das 17h.

A intenção de Freire é liberar os direitos de exibição do filme, de modo que o conteúdo possa ser usado por professores como ferramenta de ensino em salas de aula do país. Segundo ele, o documentário estará disponível aos jovens, “com apoio de escolas, museus e TVs educativas e comunitárias”.

O Museu Histórico “Paulo Setúbal” fica na praça Manoel Guedes, 98. A exibição conta com legenda em Libras (Língua Brasileira de Sinais), destinada aos portadores de deficiência auditiva. Mais informações pelo fone 3251-4969.