DME confirma disputa de três divisões locais no próximo ano

186
Da redação

Com o final das disputas do 2º Campeonato Amador Municipal e do 18º Campeonato Municipal Varzeano, o Departamento Municipal de Esporte, pertencente à Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, confirmou a realização de mais uma competição de futebol de campo em 2020.

No próximo ano, a modalidade terá três divisões no município. Considerada a “primeira divisão”, a terceira edição do Campeonato Amador Municipal continuará como a “elite” do futebol tatuiano.

O “Amador” contará com os seis melhores de 2019 e os seis times que obtiveram a melhor classificação no 18º “Varzeano”: Calhas Alpha/Tubarão, Bola Mais Um, Tóquio, Vila Angélica, Guarapó, Independente, Tubarão, Enxovia, Az de Ouro, Futebol Peixoto Tatuí, Força Jovem e Os Únicos.

O DME promoverá a estreia da Copa Tatuí, a nova “segunda divisão”. A competição reunirá as equipes que terminaram a participação no 18º Varzeano da 7ª até a 18ª posição em 2019: União Vila Esperança, Amizade, Americana FC, Grupo BT, 1º de Maio, Tabajara, Jardim Gonzaga, Meninos da Europa, Bigode Grosso, Atlético Tatuí, Arsenal e São Conrado.

Já a 19ª edição do Varzeano passará a ser a “terceira divisão do município”. O torneio contará com as agremiações que ficaram da 19ª até a 28ª posição e ainda poderá ter a participação de qualquer outra equipe que não tenha participado de competições neste ano.

Até o momento, participarão do certame no próximo ano as agremiações: Asa Branca, GE Americana, Família Astória, Aliados do Wanderley, Barroca, Cristal Palace, Santa, Nova Geração, Jonão e Vila Real.

Conforme adiantado pelo gestor esportivo do DME, Diego Barros, a O Progresso, novos times interessados também poderão competir no certame, que será disputado no sistema de “mata-mata”.

“Em 2020, teremos três divisões com uma nova nomenclatura aos campeonatos municipais, para valorizar nosso futebol”, declarou o gestor esportivo.

Lírio/XI Garotos e San Raphael, por conta de desentendimentos entre integrantes das equipes no dia 20 de outubro, além do Celso Lanches, devido a “WO” no jogo contra o Calhas Alpha/Tubarão no domingo, 8, foram desclassificados do Amador.

Os três times estão impedidos de participar em qualquer das três divisões tatuianas. Os atletas dessas equipes que não foram citados nas súmulas dos jogos que ocasionaram as punições poderão ser inscritos para competir por outras agremiações.

Após exatos três meses de disputas, Barros agradece as equipes participantes e as arquibancadas dos estádios município, “cheias”. “Fiquei muito feliz pelo público presente, pois isso demonstra que estamos no caminho certo”, disse ele.

Campeão pelo Calhas Alpha/Tubarão em 2018, Barros deixou de atuar para iniciar o trabalho à frente da competição como gestor esportivo do DME.

“Realizamos muitas mudanças neste ano e acredito que, em 2020, nossa modalidade vai crescer ainda mais. Sou grato pela oportunidade recebida de poder tentar acrescentar melhorias ao esporte”, concluiu Barros.