Desaparecimento de homem em Tatuí pode ter relação com ameaça antiga

Da Redação

Após procurar em locais que frequenta e imediações da vila Angélica, onde a família reside, uma mulher compareceu à Delegacia de Polícia Civil nesta terça-feira, 30 de janeiro, para registrar boletim de investigação sobre o desaparecimento de um homem em Tatuí, pai dela, que “pode ter relação com uma ameaça antiga”.

No documento, ela declara que a última pessoa a ver o pai foi uma irmã dele, na quinta-feira da semana passada, 25 de janeiro, no período da tarde.

Conforme o boletim, a família teme que o sumiço possa estar relacionado a um desentendimento, agressão e ameaça por parte de alguém da vizinhança, fatos ocorridos quando o pai chegara um dia em casa “alterado”.

O desentendimento teria sido motivado pelo fato de o homem, quando se encontrava alterado, ter “falado muito alto”, incomodando a vizinhança.

O indivíduo, João Galvão Machado, de 60 anos, é catador de materiais recicláveis e de cor branca. Ele seguida desaparecido até esta quinta-feira, 1º. Qualquer informação sobre ele pode ser comunicada na Delegacia de Polícia Civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui