DC registra óbitos em acidente e assassinato em apenas 2 dias

No período, ainda foi informada uma tentativa de homicídio

Da redação

Em um intervalo de pouco mais de 24 horas, a Delegacia Central registrou um assassinato, um acidente fatal e uma tentativa de homicídio em Tatuí. Os casos aconteceram entre quinta-feira e sexta-feira, 28 e 29 de julho.

No início da noite de quinta-feira, por volta das 18h30, uma equipe da PM foi à rua Francisco Campos Soares, no Jardim Thomaz Guedes, onde já havia uma outra equipe da corporação preservando o corpo de Yago Batista Bastos, de 26 anos, já sem vida.

Conforme a PM, a vítima estava, com perfurações causadas por disparos de arma de fogo, entre a calçada e a garagem da residência. Os PMs, agentes da Polícia Civil e a da Guarda Civil Municipal e a esposa de Bastos permaneceram no local aguardando a chegada dos profissionais para a realização da perícia.

No dia seguinte, às 20h15, a Polícia Militar Rodoviária foi acionada, via rádio, para atender a um acidente de trânsito com vítima fatal na rodovia Antonio Romano Schincariol, na vila São Cristóvão.

No local, de acordo com a PMR, os agentes souberam que se tratava de um atropelamento de pedestre e encontraram a vítima, identificada como Daniel de Jesus Ribeira Gonçalves, de 41 anos, com o crânio esmagado.

De acordo com a corporação, o motorista do caminhão envolvido no acidente afirmou que “sentiu um impacto” na parte frontal do veículo. Entretanto, em um primeiro momento, disse ter imaginado que havia atropelado um animal.

Populares que estavam na rodovia, segundo o boletim de ocorrência, contataram um cunhado de Gonçalves, o qual esteve no local e reconheceu a vítima.

Uma equipe de perícia técnica também compareceu. O motorista do veículo pesado foi submetido ao teste do “bafômetro”, que teve resultado negativo.

Um pouco mais tarde, às 21h16, uma guarnição da PM foi acionada, via Copom (Central de Operações da Polícia Militar), para atender, a princípio, a uma ocorrência de agressão, no bairro Congonhal.

Ao chegar no local, segundo a PM, equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros prestavam atendimento à vítima, um homem de 52 anos. A mãe dele contou aos policiais que o outro filho, de 37 anos, havia esfaqueado o irmão, aparentemente por motivos banais – visto que ambos estavam alcoolizados.

De acordo com a corporação, após a agressão, o suspeito foi para o quarto dele, que fica no quintal da mesma propriedade. Com apoio de outra equipe, os agentes chamaram e abordaram o sujeito. A faca utilizada no crime foi entregue por um familiar que estava no local.

Conforme o boletim, a vítima foi internada no Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”, em estado grave. Ela sofreu três golpes de faca na região do abdômen, sendo que uma das perfurações, “provavelmente”, atingiu o pulmão (o estado de saúde não havia sido atualizado até o fechamento desta edição, terça-feira, às 17h).

Conduzido ao PS e, na sequência, à Central de Flagrantes, segundo o BO, o suspeito, informalmente, disse que estava embriagado e havia brigado com o irmão. Em interrogatório, ele declarou estar arrependido. Pouco depois, recebeu voz de prisão em flagrante, por tentativa de homicídio.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome