Curva de contaminação da Covid-19 é 6 vezes maior no início da semana

Boletim apresenta aumento de dois para 12 casos da doença em 96 horas

45
Publicidade
Da redação

Nos quatro dias recentes, entre sábado, 20, e terça-feira, 23, a curva de contaminação da Covid-19 – que vinha em consecutivas quedas – voltou a subir e apresentou número seis vezes maior que o registrado no mesmo período da semana anterior.

Conforme balanço feito com base nos dados divulgados diariamente pela Vigilância Epidemiológica, nas 96 horas recentes, o município confirmou dez exames positivos a mais que no período anterior (de 13 a 16 de novembro).

Em percentual, o número de casos representa variação de 500% no início desta semana (20 a 23 de novembro), com 12 casos confirmados em quatro dias, contra dois exames positivos no mesmo período da semana passada.

A média de diagnósticos entre sábado e terça-feira ficou em três infectados a cada 24 horas. O número de notificações da doença também foi maior no atual período.

Nele, o município registrou 150 notificações, confirmou 12 e descartou 135. De 13 a 16 de novembro, foram 67 notificações, 2 confirmações e 66 descartes.

Publicidade

De acordo com o órgão da Saúde, nesta terça-feira, a unidade de terapia intensiva da Santa Casa de Misericórdia tinha dois pacientes internados com Covid-19. O espaço tem capacidade para 15 leitos – ou seja, a ocupação era de 13%.

Também na terça-feira, conforme o boletim epidemiológico, a ocupação dos leitos clínicos reservados para o tratamento de pacientes com suspeita ou positivos para Covid-19 mantinha-se abaixo do limite máximo.

A VE ainda informa que os leitos clínicos para tratamento de Covid-19 no hospital público comportam 22 pacientes, sendo que, no local, estavam internados três, culminando em taxa de ocupação de 13%. Já no hospital particular, não havia pacientes internados.

A curva de óbitos em decorrência da doença permaneceu estável. Nas 96 horas recentes, o município não registrou vítimas fatais de Covid-19 e, na terça-feira, completou 13 dias sem notificação de morte pela doença.

Com isso, Tatuí havia acumulado, até ontem, 458 vítimas fatais do novo coronavírus, sendo 197 mulheres (133 na faixa dos 60 anos e 64 entre 29 e 59 anos) e 261 homens (170 acima dos 60 anos e 91 entre 29 e 59 anos).

Os números representam taxa de 2,49% de letalidade – índice calculado pelo número de óbitos em comparação à quantidade total de casos confirmados de infecção.

Até o boletim desta terça-feira, o município registrava 78.276 notificações da doença, sendo três casos suspeitos aguardando resultado dos testes, 59.873 exames negativos e 18.400 positivos.

Dos confirmados, 17.931 pacientes já estavam recuperados (97,5%) e 11 ainda permaneciam em tratamento: três na Santa Casa e oito em casa. Dos casos suspeitos, três estavam em tratamento: dois em hospital e um em casa.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome