Curso é sugerido a tatuianos para contratação pela Noma

1957
Sete vereadores visitaram futuras instalações da empresa na quarta-feira, 10 (foto: divulgação)
Publicidade
Da reportagem

Em sessão ordinária, na noite de segunda-feira, 15, sete vereadores em conjunto protocolaram o requerimento 644/21, pedindo que a prefeitura informe sobre a possibilidade de promover cursos de formação para soldadores.

Autores do requerimento, Cíntia Yamamoto Soares, Maurício Couto (ambos do PSDB), Gabriela Xavier Mendes Coito, Valdir de Proença (do Podemos), João Éder Alves Miguel, Renan Cortez (MDB) e João Francisco de Lima Filho (Cidadania) visitaram as futuras instalações da Noma do Brasil na quarta-feira da semana passada, 10.

Alves Miguel conta que, após intermediação de Lima Filho, o grupo de parlamentares foi recebido pelo diretor industrial da fabricante de carretas para caminhões, Paulo Shiozaki, pudendo fazer diversos questionamentos.

Entre eles, o vereador afirma ter questionado “de que forma o poder público poderia contribuir para que a população tatuiana fosse agraciada com cargos a serem criados quando a empresa iniciar as operações no município”.

De acordo com Alves Miguel, o representante da empresa apontou uma grande necessidade de soldadores. “O requerimento vem ao encontro de uma necessidade apontada. É algo que, no nosso entendimento, é possível que a prefeitura faça, para garantir que mais tatuianos preencham essas vagas de emprego”, declarou.

Publicidade

“Nós vivemos em um período de grave crise econômica, com muito desemprego e, com certeza, oferecer mais oportunidades às pessoas será muito bem-vindo”, complementou.

Na tribuna, Cíntia e Cortez também apontaram que os cursos ajudariam as pessoas a estarem preparadas aos empregos. Segundo Cortez, o objetivo é de que, assim que esteja instalada e pronta para iniciar as operações, a empresa não tenha de buscar mão de obra qualificada em outros municípios.

“Saímos de lá muito agraciados, sabendo que eles (Noma) têm um compromisso muito grande com o município e nossos munícipes”, relatou o vereador.

A retomada da construção da fábrica, localizada à margem da rodovia Antônio Romano Schincariol (SP-127), em Tatuí, deverá ocorrer ainda no primeiro semestre deste ano.

O anúncio da retomada das obras foi feito pelo presidente da empresa, Marcos Noma, em reportagem de Carlos Prieto para o jornal Valor Econômico, do grupo O Globo, veiculado no dia 23 de fevereiro.

Segundo o presidente, os trabalhos no local serão retomados neste semestre e a previsão de conclusão é de 18 meses. Para a retomada, a empresa deve investir R$ 52 milhões na unidade.

A nova fábrica permitirá elevar em 70% a capacidade de produção da empresa. Atualmente, a Noma consegue montar 31 unidades por dia na fábrica em Sarandi, subdistrito de Maringá (PR), sede da companhia, e busca elevar para 54 unidades diárias a capacidade total.

Publicidade

2 COMENTÁRIOS

  1. Oi? A empresa que contrate e treine os seus funcionários! Este curso a prefeitura deveria oferecer para quem quer ser um soldador autônomo.

Comments are closed.