Covid-19 tem recorde de infecções com 2.522 casos positivos em 7 dias

Em contrapartida, não houve vítima fatal da doença durante a semana

79
Publicidade
Da redação

Com 2.522 novos casos confirmados de Covid-19 entre sábado passado, 8, e esta sexta-feira, 14, Tatuí bateu novo recorde de contaminações e, em números, viveu a pior semana epidemiológica desde o início da pandemia.

Segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, o índice representa aumento de 337,84% em relação ao ocorrido na semana anterior (de 1º a 7), quando houve 576 novos casos da doença.

O número de contaminações dos últimos sete dias é 157,6% maior que o pico de infecções anterior, registrado entre os dias 29 de maio e 4 de junho de 2021, quando 979 casos foram notificados.

Conforme a secretária da Saúde, Olga Daniela Kramek, ainda não é possível afirmar se a alta dos casos em Tatuí deve-se à nova variante da Covid-19, a ômicron, pois ela depende da confirmação dos exames que estão sendo analisados pelo Instituto Adolfo Lutz.

Contudo, pelos números registrados nesta semana, Olga pondera acreditar que a alta taxa de contaminação tem relação com a nova variante. Durante os sete dias recentes, o município somou 9.200 notificações da doença, confirmou 2.522 e descartou 6.677.

Publicidade

O balanço dos exames positivados somente entre os dias 1º e 14 de janeiro já somam seis casos a mais que os registrados no mês inteiro de junho de 2021 – o pior até então em contaminações -, quando foram somados 3.092 pacientes confirmados.

Somente nos últimos três dias, a cidade recebeu 4.998 novas notificações, das quais 1.572 foram confirmadas. Até terça-feira, 11 (data de fechamento da edição anterior), a cidade somava 86.582 notificações por Covid-19, sendo 5 casos suspeitos, 66.485 descartados e 20.092 positivos.

Já na tarde de sexta-feira, 14, conforme o boletim epidemiológico mais recente, divulgado por volta das 11h, o município somava 91.580 notificações, sendo 5 casos suspeitos aguardando resultados dos testes, 69.911 descartados e 21.664 positivos.

Dos casos confirmados, 18.618 pacientes já estavam recuperados (88,4%), 461 faleceram e 1.972 ainda estavam em tratamento: 1.964 em isolamento domiciliar e oito em hospitais. Todos os casos suspeitos estavam em tratamento hospitalar.

Somente na sexta-feira, foram notificados 478 novos casos positivos, todos com quadros estáveis e em tratamento domiciliar; entre quinta e sexta, o órgão também notificou 1.484 casos suspeitos e descartou 1.005.

De acordo com o órgão da Saúde, nesta sexta-feira, a unidade de terapia intensiva da Santa Casa de Misericórdia tinha três pacientes internados com Covid-19. O espaço tem capacidade para 15 leitos – ou seja, a ocupação era de 20%.

Também na sexta-feira, conforme o boletim epidemiológico, a ocupação dos leitos clínicos reservados para o tratamento de pacientes com suspeita ou positivos para Covid-19 mantinha-se abaixo do limite máximo.

A VE ainda informa que os leitos clínicos para tratamento de Covid-19 no hospital público comportam 22 pacientes, sendo que, no local, estavam internados sete, culminando em taxa de ocupação de 31%. Já no hospital particular, havia quatro pacientes internados em leitos clínicos da Covid-19.

A secretária municipal da Saúde ressalta que, apesar do crescimento no número de casos confirmados, o município não registrou nenhum caso de morte pela doença nos sete dias e aponta que a redução da taxa de letalidade deve-se ao avanço da vacinação contra a Covid-19.

Com isso, Tatuí havia acumulado, até sexta-feira, 14, 461 vítimas fatais do novo coronavírus, sendo 197 mulheres (133 na faixa dos 60 anos e 64 entre 29 e 59 anos) e 264 homens (173 acima dos 60 anos e 91 entre 29 e 59 anos).

A observação da secretária coincide com os números apresentados pelos balanços semanais de O Progresso de Tatuí que mostram redução no índice de mortes pela doença conforme o avanço da vacinação na cidade.

A semana com maior número de óbitos aconteceu entre os dias 3 e 9 de abril de 2021, quando foram confirmados 547 casos e 34 tatuianos perderam a vida para a Covid-19.

O número de contaminações continuou crescendo nos meses seguintes e, até então, a semana com mais registros tinha sido a de 29 de maio a 4 de junho de 2021, com 979 exames positivos e 12 óbitos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome