‘Coreto Paulista’ abre seleção para cidades receberem aulas de música

318





Divulgação

Aulas de música são levadas pelo Conservatório de Tatuí até municípios interessados gratuitamente

 

Programa do governo do Estado de São Paulo, o Coreto Paulista recebe até o dia 3 de julho inscrições de municípios que desejem receber aulas gratuitas de música ministradas pelo Conservatório de Tatuí. Das cidades interessadas que efetivarem inscrição, três serão selecionadas para receber até 13 cursos gratuitos.

As oficinas técnicas itinerantes para maestros e músicos consistem na realização de oficinas práticas para regentes e músicos. Elas têm como objetivo propiciar apoio técnico aos agrupamentos musicais de sopros e percussão de todo o Estado e são uma das ações que compõem o Coreto Paulista.

O projeto consiste na realização de 12 horas de oficinas intensivas de trabalhos técnicos, utilizando partituras e metodologias escolhidas de forma criteriosa. São oferecidos, ao todo, 13 cursos diferentes que abrangem a regência, toda a família de instrumentos de sopro e percussão, além de cursos extras que visam contribuir para a evolução técnica dos grupos.

Todas as cidades localizadas no Estado podem se candidatar para receber os cursos. Para se inscrever, o representante do município deverá encaminhar documentos e informações via Correios. O envelope deve ser encaminhado para o Conservatório de Tatuí (rua São Bento, 415, centro, Tatuí – SP, CEP 18270-820) com a indicação “Coreto Paulista: Oficinas Técnicas Itinerantes”.

Entre os documentos que precisam ser enviados para o Conservatório, estão: o formulário de inscrição preenchido (disponível no site coretopaulista.com.br) e fotografias do espaço físico oferecido pelo município para as aulas.

Neste ano, serão oferecidos cursos de regência, flauta, clarinete, saxofone, trompete, trompa, trombone, tuba, bombardino e percussão. Poderão ser, também, dependendo da demanda, oferecidos cursos extras de arranjo, restauração e manutenção de instrumentos de sopro e informática aplicada à música.

As oficinas terão duração total de 12 horas cada, sendo ministradas durante um final de semana: sábado (das 9h às 12h e das 14h às 19h) e domingo (das 8h às 12h). As datas disponíveis para realização das aulas são 13 e 14 de setembro, 27 e 28 de setembro e 18 e 19 de outubro.

As aulas beneficiarão músicos de Banda Sinfônica, Banda Musical, Banda Marcial, Fanfarras, Corporações musicais e demais grupos musicais, com oferecimento de certificados.

“Os resultados das oficinas são sentidos não só de forma imediata, como também a médio e longo prazo. Em médio prazo, sentem-se mais à vontade na execução instrumental e desenvolvem a técnica musical a partir do material distribuído pelos ministrantes das oficinas. Em longo prazo, as bandas são fortalecidas e mostram-se empenhadas na manutenção dessa tradição cultural”, afirmou por meio de nota, Marcelo Maganha, coordenador da ação.

De acordo com ele, a difusão de obras musicais e técnicas oferecidas pelo Conservatório de Tatuí, por meio de oficinas, “tornou-se uma ação fundamental para a ampliação de repertório”. Maganha afirmou, ainda via assessoria do Conservatório, que o projeto “contribui significantemente para a manutenção daquelas que são as mais antigas instituições musicais de que se têm notícias no país”.

“Aos municípios-sede das oficinas, os resultados são obtidos pela visibilidade junto a meios de comunicação e, principalmente, pela quantidade de instrumentistas e regentes envolvidos na ação. Fazer parte do projeto significa apoiar a movimentação cultural de bandas que atinge grande parte do Estado de São Paulo e figurar de forma significativa no segmento musical”, finalizou ele.

Coreto Paulista

Coreto Paulista surgiu a partir da necessidade de se promover e fomentar as atividades desenvolvidas pelas bandas e corporações musicais espalhadas pelo Estado de São Paulo. O programa é concebido e realizado pelo Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí.

Tem como objetivos reciclar e capacitar músicos e regentes de bandas; elevar o nível técnico e artístico das execuções musicais; organizar festivais e encontros, promovendo a cidadania, fraternidade e troca de experiências; e incentivar concertos e retretas das bandas, promovendo cultura e entretenimento para a população, resgatando a tradição das bandas municipais tocando em praças públicas.

Ele, ainda, incentiva a pesquisa, documentação e divulgação das tradições musicais; e propicia a orientação administrativa/cultural/musical para os administradores municipais.

Mais informações podem ser obtidas pelo site coretopaulista.com.br/eventos/oficina/inscricao.php, pelo fone 3205-8433 ou faleconosco@coretopaulista.com.br.