Conheça os candidatos a prefeito de Tatuí

1177
Publicidade
Da redação

O jornal O Progresso solicitou aos quatro postulantes ao cargo máximo do Poder Executivo que preparassem uma biografia e fotos para divulgação.

O semanário disponibilizou, a cada um dos candidatos, um total de até 5.000 toques (caracteres com espaço) para que pudessem descrever o histórico político e pessoal deles e apresentarem-se aos eleitores.

Os textos estão sendo publicados nesta edição na integra. Por isso, ocorrem mudanças de padrão de escrita – por exemplo, em primeira e terceira pessoa verbal. O Progresso optou por publicar os materiais conforme enviados pelos candidatos, sem alterações.


Sou a Professora Fátima, tenho 47 anos, sou mãe, esposa, professora e acima de tudo MULHER. Sou mãe de dois meninos e também sou dirigente sindical de Tatuí e de outras seis cidades na região.

Tenho muito orgulho de minhas raízes tatuianas. Sou neta de Vado Mercedes, do bairro de Santa Adelaide – família que esteve presente nas fundações da cidade – por isso costumo dizer que sou “Tatuiana do pé vermeio”.

Publicidade

Sou a caçula de três irmãos e muito ligada à família. Tinha um carinho enorme pelo meu pai, Tonhão Rodrigues da Americana, de quem cuidei com muito amor.

Desde muito jovem, comecei a exercer a profissão de professora, trabalhei em muitas cidades do estado de São Paulo, lecionando desde a periferia de Osasco, chegando a trabalhar no distrito de Bom Retiro (Angatuba) e viajar diariamente até a cidade de Cabreúva.

Trabalhei praticamente em todas as cidades da região, chegando a rodar mais de mil quilômetros por semana nas rodovias do estado, adentro.

Em 2015 participei da maior greve de professores do Estado. Foram 92 dias de luta e resistência por salários e condições melhores dentro das escolas. Estive presente na elaboração e nas assembleias de discussões do Plano Estadual da Educação, elaborado em 2016 na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado).

Participei ativamente na luta contra a Reforma da Previdência Estadual por entender o valor do funcionário público.

Em 2016, fui pela primeira vez candidata a um cargo público político, concorrendo ao cargo de vereadora pelo PT (Partido dos Trabalhadores). Naquele ano, percebi que enfrentaríamos dificuldades com o avanço das políticas que deixam de lado os setores mais carentes da sociedade e decidi que deveria fazer algo a mais pela minha classe e pela minha cidade.

No ano de 2017, concorri ao cargo de dirigente estadual dentro do Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), trazendo a Tatuí uma subsede para melhor atender as demandas do professorado do município e da região.

Eu venho de uma trajetória de luta e de militância pelos direitos humanos, fazendo parte de vários coletivos, entre eles, o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, que participo como membro ativo no cargo de vice-presidente, e também fazendo parte da executiva do Partido dos Trabalhadores de Tatuí.

Mesmo como candidata à prefeitura de Tatuí ainda continuo na luta pelos servidores públicos. Mulher líder, mãe, professora, sindicalista e tatuiana.Trago comigo a força do povo em sua essência. Vote em quem representa e defende você.


Maria José Vieira de Camargo é empresária, 74 anos. Nasceu em Angatuba (SP). Irmã mais velha de nove irmãos. Morou durante a infância no sítio, com grande convivência com a família e responsabilidades de casa a realizar. Estudou e concluiu seus estudos normais em Tatuí. Tinha o sonho de ser professora e passou no concurso estadual, onde começou a ministrar aulas em escolas rurais.

Casou-se com Luiz Gonzaga Vieira de Camargo e, após um período ainda dando aulas, passou a auxiliar na administração do Escritório Santa Cruz, naquela época, recém-adquirido. Durante 45 anos Maria José esteve à frente do escritório.

Na gestão do ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, entre 2005 e 2012, ocupou a presidência do Fusstat (Fundo Social de Solidariedade), reorganizando este órgão, que até então apenas atuava em campanhas pontuais, como “Campanha de Agasalho” e distribuição de cestas básicas.

No Fusstat, também promoveu mudanças com a abertura de dez Centros de Capacitação nos bairros e realizando cursos diversos, atendendo principalmente jovens, mulheres e idosos, que buscavam alternativa de renda.

Criou o Projeto Envelhecer com Qualidade de Vida, para atender idosos com atividades diversas e acompanhamento médico, tornando o Projeto uma referência na região no atendimento à terceira idade. Criou o “Espaço da Beleza” e a “Cozinha Solidária”.

Na sua gestão à frente do Fusstat, foram superados desafios sociais, sempre com o foco de ensinar as pessoas a conseguirem obter renda. Capacitou mais de 20 mil pessoas. Criou a Feira do Tricô, bazares diversos, Casamento Comunitário, etc.

Na mesma época, Maria José reuniu consigo um grande grupo de conselheiras e voluntárias e tornou-se uma figura pública. Em 2016, aceitou o desafio para concorrer ao cargo de Prefeita de Tatuí, tendo sido eleita com 29.465 votos, o que representa 51,38% dos votos válidos.

Durante o seu mandato, de 2017/2020, trabalhou pela reconstrução de Tatuí na infraestrutura e na saúde, como prioridades. Construiu cinco pontes que estavam ou foram ao chão; recapeou com asfalto novo mais de cem ruas (incluindo três grandes trechos da Marginal do Ribeirão do Manduca e o grande complexo viário da rua Teófilo Andrade Gama, no acesso ao Jardim Santa Rita de Cássia); promoveu uma série de reformas na Santa Casa (111 leitos de internação, Pediatria, UTI, Centro Cirúrgico, Banco de Sangue, etc.); construiu escolas e creches; terminou obras inacabadas da gestão anterior, como a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e o CIE (Centro de Iniciação ao Esporte); reabriu o Parque Ecológico Municipal “Maria Tuca” e construiu importantes área de lazer na zona urbana (Jardim Lucila e Jardim Rosa Garcia 2); reformou a Praça Martinho Guedes (Jardim da Santa); renovou 100% a frota de ambulâncias do Samu; profissionalizou a Feira do Doce (gerando mais renda e empregos); incentivou as ações de Turismo e com isso Tatuí tornou-se MIT (Município de Interesse Turístico), recebendo mais recursos do Governo do Estado para obras importantes; conquistou a faculdade pública EAD para Tatuí (quatro cursos superiores); reestruturou toda a Guarda Civil Municipal, equipando a corporação (GPSs, armamentos, fardas, rádio comunicadores, etc.); fez a distribuição de materiais escolares e uniformes para toda a Rede Municipal de Educação; ampliou o EJA (Escola de Jovens e Adultos); criou a Feira do Produtor Rural, incentivando os produtores locais e realizando cursos de capacitação para todos; implantou a mecanização da coleta do lixo (projeto piloto na Vila Dr. Laurindo); realizou a castração gratuita de mais de 700 animais (cães e gatos); etc.

A prefeita Maria José ainda marcou a gestão pelas causas sociais e o olhar humanizado da gestão pública. Criou um departamento para atender a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida; reestruturou novamente o Fusstat; implantou o “kit lanche” no transporte público de saúde de pacientes (e acompanhantes) para outros centros de tratamento; adquiriu viatura para transporte de passageiro com deficiência (consultas, exames, etc.); criou o Projeto “Alimento Solidário”; realizou novos convênios com a Apae para atender crianças autistas e com outras síndromes; melhorou a qualidade da merenda servida nas escolas públicas e, ampliou o repasse de recursos públicos para as entidades assistenciais de Tatuí.

Na gestão da prefeita Maria José, ela enfrentou e superou graves crises, como a greve na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí. Diminuiu o número de cargos comissionados, assim como remunerações (economia de mais de R$ 2 milhões em quatro anos). Ampliou o Portal da Transparência.

Durante a gestão, a prefeita ainda ocupou a liderança de cargos importantes na região. Junto à Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), foi a Presidente do Conselho de Desenvolvimento, órgão colegiado de prefeitos da RMS e, Presidente da a Fundação Agência de Bacias dos Rios Sorocaba e Médio Tietê, órgão administrativo do Comitê de Bacias dos Rios Sorocaba e Médio Tietê.


Valdeci Antônio de Proença (Tatuí, 22 de abril de 1976) é um empresário e político Brasileiro. Cônjuge: Lenice Aparecida Faria Proença (1994-atualmente). Proença é proprietário de um salão de cabeleireiro, onde começou sua jornada de trabalho e dedicação.

Proença vem de uma família humilde, onde por necessidades, começou a trabalhar muito jovem, dos 10 aos 13 anos de idade trabalhou de engraxate, vendedor de sorvetes e verduras. Também trabalhou junto com os pais em serviço de roça como boia-fria.

Aos 14 anos de idade já teve o primeiro registro em carteira, trabalhando em cerâmica. Também trabalhou na empresa Alpargatas Santista durante seis anos. Na vida política, Proença concorreu ao cargo de vereador da cidade de Tatuí, no ano de 2012, sendo eleito com 949 votos em sua primeira participação como candidato.

Proença ganhou visibilidade política pela sua honestidade e amor ao próximo ao dedicar sua vida em prol de comunidades carentes, dentre essas dedicações, criou grandes projetos como ‘’Corte Solidário ‘’, onde realiza ações voluntárias com sua equipe, realizando cortes sociais em regiões carentes.

O projeto também visa trocas de alimentos, onde esses produtos arrecadados são revertidos às famílias mais necessitadas.

Em 2016, Proença foi reeleito sendo o mais votado do preito obtendo 1.787 votos, quase o dobro da primeira votação, mostrando que houve comprometimento do trabalho prestado à população.

Em segundo mandato como vereador, Proença criou o projeto “Gabinete Móvel”, visitando os bairros, onde busca estar próximo da população de maneira que, possa ouvir e analisar melhorias para toda região da cidade.

Hoje Valdeci Proença é um vereador,com alta aprovação de governo.  Atualmente está como vereador (2016-2020). Proença é filiado no Partido Podemos e faz parte da Executiva Estadual, onde desenvolve trabalhos de coordenador em algumas cidades da região, tendo fácil acesso aos deputados Estaduais e Federais.

Além disso, Proença é uma pessoa Cristã que coloca Deus em primeiro lugar em todos os projetos.


Como muitos sabem, sou oficial da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Formando de 1984, me dediquei e servi a corporação por mais de 32 anos. O que nem todos sabem, entretanto, são os anos de dedicação que designei à nossa querida Tatuí.

Em 1989 me mudei para a cidade, quando assumi o posto de tenente da PM. Fui designado para comandar o policiamento na gestão do saudoso Wanderley Bocchi, e nela me mantive até 1993. Na ocasião, construímos a sede do pelotão de policiamento na avenida Chiquinha Rodrigues, que é atualmente a sede da GCM.

Na mesma época, e também sob meu comando, criamos o canil da Polícia Militar, que permanece em atividade até os dias de hoje. A modalidade não existia na cidade e hoje complementa os serviços de segurança pública.

Com minha promoção a capitão, fui transferido para a capital paulista. Dediquei meu trabalho à região central de São Paulo, exercendo comando direto em manifestações públicas e áreas delicadas, como as regiões da avenida Paulista e da “Cracolândia”, sempre com foco na segurança pública. Por lá, trabalhei até alçar o posto de coronel.

Apesar de ter atuado em São Paulo por mais de 16 anos, nunca deixei de morar em Tatuí, cidade que escolhi para viver e educar meus filhos. Cidade esta que minha esposa, professora, também escolheu para dedicar mais de 15 anos de sua vida como servidora pública, atuando na educação e no desenvolvimento de nossas crianças e jovens.

Em 2014, passei para a reserva da Polícia Militar. Foi o momento que pude voltar a estar diariamente em nossa cidade e me dedicar à advocacia, montando um escritório no centro.

Constantemente em movimento, nunca deixei de procurar conhecimento e novos estudos. Além de ter me formado na tradicional Academia de Polícia Militar do Barro Branco, ainda jovem, aos 20 anos, tenho graduação em Direito e inscrição na OAB ativa. Sou mestre em Ciências Policiais e de Segurança e Ordem Pública e pós-graduado em Direito Processual Penal pela Escola Paulista da Magistratura.

Visando ocupar o cargo público ao qual me candidato, comecei também uma pós-graduação em Gestão Pública pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado. Acredito que experiência e técnica precisam sempre andar em conjunto.

Em 2016, participei da campanha à Prefeitura de Tatuí como candidato a vice, tendo como postulante a prefeito o hoje deputado federal Guiga Peixoto. Em 2018, acompanhei ativamente a eleição do nosso deputado. Fui seu assessor parlamentar em Brasília até o início de nossa campanha à Prefeitura de Tatuí.

O contato em Brasília, por meio do deputado Guiga, me permitiu construir a proximidade com o Governo Federal. Contamos com o apoio e a parceria do vice-presidente, General Hamilton Mourão, e do presidente da República Jair Bolsonaro.

Comungamos dos mesmos ideais e dos mesmos preceitos, como a honestidade, a integridade, o respeito à família, às instituições democráticas, à pátria e o civismo. Nosso foco é estabelecer uma linha direta entre Brasília e Tatuí, possibilitando o maior aporte de recursos, programas e projetos de toda história da nossa cidade.

Meu perfil administrativo terá foco na reorganização de Tatuí. Quero lutar por eficiência, combate à corrupção, desenvolvimento sustentável e garantia de segurança, saúde e educação para todos, oportunidades de trabalho e também de lazer.

Acredito no povo tatuiano e sei da importância de estabelecermos um programa para geração de empregos e reaquecimento da economia local no pós-pandemia. O trabalho faz parte da minha história de vida. E entendo que só a partir dele é possível encontrar dignidade.

Tatuí nunca teve um prefeito alinhado ao presidente da República, e essa é uma oportunidade única de criar um ciclo de progresso e desenvolvimento.

Publicidade