Comissão é formada para tratar do restauro da estátua ‘O Condutor’

Reunião define procedimento para não haver mais danos ao monumento

29
Obra de arte do professor Josué Fernandes tem mais de 40 anos (foto: Arquivo pessoal)
Publicidade
Da reportagem

A Etec (Escola Técnica) “Sales Gomes” convocou no começo deste mês uma equipe de profissionais que ficará responsável pelo processo de restauração do monumento “O Condutor”, destruído em um acidente. A obra de arte, instalada em frente à unidade de ensino,é de autoria do professor Josué Fernandes Pires.

A reunião ocorreu na quarta-feira da semana passada, dia 3 de novembro, contando com a participação da diretora da unidade escolar, Rossana de Camargo Barros; Alessandra Simões Vieira, professora de edificações; Ângela Capellari, professora e responsável pelo projeto socioambiental “restauração das Estatuas e Homenagem ao Artista”; e Fernando Jesus da Costa, professor da Etec.

Também estiveram presentes: Cassiano Sinisgalli, Secretário do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude; Jaime Pinheiro, artista plástico; Rogério Vianna, presidente Condephat (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico de Tatuí) e diretor do Departamento Municipal de Cultura; Sidnei Albano, engenheiro e professor; e Veridiana Petinelli, arquiteta e professora.

Na data, eles estabeleceram uma comissão que ficará responsável pelos processos de restauração do monumento. Conforme a equipe, os responsáveis estão realizando diversos levantamentos e juntando laudos técnicos.

A comissão informou que outras reuniões devem ser convocadas para planejar a restauração sem que haja novos danos à estrutura do monumento. Contudo, no primeiro encontro, foram definidas algumas ações imediatas.

Publicidade

“Nesta reunião, tivemos como foco os procedimentos para a restauração, fizemos uma análise mais minuciosa sobre a situação do monumento e deliberamos alguns pontos para o início do restauro”, informou a equipe.

Segundo o planejamento da comissão, a restauração deve ser realizada na escola, no mesmo local onde a obra está fixada. Em um primeiro momento,serão retirados os restos de madeira e troncos de árvores que restaram no pátio da escola e o espaço será organizado para o restauro.

A comissão informou que ainda não há prazo para o início da restauração. “Estamos fazendo laudos técnicos e agregando a ajuda de toda a sociedade para podermos, em breve, ter essa obra restaurada”.

O monumento do artista plástico e professor tatuiano foi destruído no dia 13 de outubro. De acordo com a diretora da unidade escolar, o acidente ocorreu durante a poda de uma árvore, realizada por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

A escultura “O Condutor” foi exposta pela primeira vez na década de 70, sendo a segunda estátua criada como parte de uma sequência de três obras de artes efetivadas pelo professor com a ajuda de alunos.

A primeira é “O Apascentador”, imagem fixada no Conservatório de Tatuí, no final da década de 60, e a terceira, “O Semeador”, que se encontra na Estação Experimental da cidade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome