CEU das Artes sedia a primeira edição do ‘RBC Day’ em Tatuí

807
Neste primeiro evento, haverá muito rap, rimas, coletividade e artistas convidados (foto: AI Prefeitura)

O Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires”, o CEU das Artes, equipamento de cultura da prefeitura, realiza neste sábado, 29, a partir das 14h, com apoio cultural de Por La Calle e Luck Tattoo, Piercing e Shop, a primeira edição do RBC Day.

De acordo com João Matheus Nascimento (Mano Cifra), produtor do evento, o objetivo do RBC Day é “dar espaço para o músico pequeno”, que está começando nos gêneros rap, funk e hip-hop.

Neste primeiro evento, haverá apresentações de rap, “beatbox” (percussão vocal do hip-hop, que visa reproduzir sons de bateria com a voz, boca e nariz), além de batalhas de rimas. A estreia ainda deve contar com: DJ TFX (discotecagem), Raízes da Função, Visel MC, Mano Mira, Gabriel MC e Vulgo Batalha (som ao vivo).

Conforme a organização, na RBC, o participante terá a oportunidade de conhecer a fundo a cultura hip-hop e os elementos dela, além de aprender a produzir o próprio conteúdo, como músicas, vídeos e participação ativa em eventos.

O encontro tem apoio técnico da Fatec (Faculdade de Tecnologia) “Professor Wilson Roberto Ribeiro de Camargo”, por meio do Núcleo Mind (Música Independente), coordenado pelo professor Luís Antonio Galhego Fernandes. A expectativa da organização é de receber pelo menos cem pessoas.

Cifra afirma que a cultura hip-hop está ganhando espaço nos últimos anos na cidade, mas ressalta que ainda falta “caminhar bastante para que a sociedade aceite e valorize o estilo”.

“É uma cultura marginalizada, e Tatuí é uma cidade bem conservadora. Acho que falta mais espaço, mas estamos melhores do que a alguns anos. Parece que, agora, estamos sendo mais aceitos”, observa o rapper.

Cifra explica que o nome, RBC Day, vem da sigla da oficina de rap e cultura hip-hop – já realizada desde o ano passado em Tatuí: “Rimas, Batidas & Consciência”.

As oficinas são realizadas em todas as quartas-feiras, das 14h às 18h, e às sextas-feiras, das 18h às 22h, no CEU das Artes. O evento é uma extensão desse trabalho.

“Nosso foco, tanto no evento quanto na oficina, é o lado social dos participantes. Nas oficinas, também trabalhamos com a recuperação do jovem infrator, em parceria com a Justiça Restaurativa, visando à transformação social”, ressaltou Cifra.

O CEU das Artes está situado na rua Ana Rosa Monteiro, 475, Jardim Santa Helena. Mais informações pelo telefone (15) 3259-5340.