CEU das Artes recebe espetáculo de horror ‘IN-Sano’ no final de semana

1463
Com classificação indicativa de 12 anos, espetáculo tem entrada franca (foto: AI Prefeitura)

Neste sábado, 12, o Centro de Artes e Esportes Unificados “Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires”, o CEU das Artes, equipamento de cultura da Prefeitura, recebe, às 19h, uma apresentação do espetáculo performático de dança “IN-Sano”.

O espetáculo é uma peça de horror interativa, encenada pelo Grupo ST DNC, ocupante do próprio CEU das Artes.

Com classificação indicativa de 12 anos de idade, o espetáculo tem, no elenco, nove bailarinos e atores: Mat Kaytan (médico), Wellington Vieira (herói), Victor Oliveira (profeta), Marcelo Ferraz (padre “trans”), Julya Mota (boneca humana), Ariadny Pontes (noiva suicida), Amanda Letícia (“grávida aborto”), Wellington Rodrigues (“palhaço pedofilia”) e Catherine Camargo (“drogada automutilação”).

A iluminação é de Kaique Cabral e a sonoplastia, de Diego Figueiredo. A maquiagem é de Julia Ferraz e de Mat Kaytan. A direção artística, a dramaturgia e o figurino são assinados por Mat Kaytan.

O CEU das Artes está situado na rua Ana Rosa Monteiro, 475, na vila Santa Helena. Mais informações pelo telefone: (15) 3259-5340.

Sinopse

“IN-Sano” é um sanatório clandestino e sombrio, onde um médico psicopata mantém sete reféns como prisioneiros, maltratando e abusando deles de forma física e psíquica.

Cada pessoa lá dentro possui um pecado/fragilidade e, na performance, é retratada a história de vida dela até chegar dentro do sanatório. O público será a testemunha da tentativa de libertação dos pacientes do cativeiro e estará interligado ao espetáculo de maneira interativa.

“Menores de 12 anos e pessoas com fobias, traumas e conceitos relacionados à violência estarão proibidas de entrar, pois os mesmos serão abordados nitidamente e aprofundados de maneira implícita, no qual o objetivo central é retratar as referências que são censuradas no dia a dia e expressá-las com a dança e o teatro, de maneira artística e performática”, conforme divulgado pela assessoria de comunicação do Executivo.