CCR SPVias repassa recurso de mais de R$ 1,8 mi à Tatuí

172
CCR SPVias repassa mais de R$ 32 milhões para 26 municípios (Foto: Digna Imagem – Clóvis Ferreira)
Publicidade
Da redação

A CCR SPVias informou ter repassado ao município de Tatuí, no ano passado, R$ 1.814.978,96 em recursos oriundos de uma porcentagem do valor bruto arrecadado nas praças de pedágio instaladas nas rodovias administradas pela empresa.

Em nota à imprensa, a assessoria de comunicação da concessionária afirma que “transformar a arrecadação das praças de pedágio em serviços essenciais, como saúde, educação e transporte, são algumas opções de investimento do ISS (Imposto Sobre Serviço) repassado pela CCR SPVias”.

Segundo a assessoria, em 2020, a concessionária repassou R$ 32.985.735,99 aos 26 municípios que margeiam o trecho de concessão. Já em 20 anos (entre 2000 e 2020), o repasse da porcentagem do valor bruto arrecadado nas praças de pedágio instaladas nas rodovias foi de R$ 601.795.896,31.

Os valores repassados às cidades são proporcionais às extensões das rodovias pedagiadas que atravessam os municípios contemplados. Entre as cidades beneficiadas, estão: Itapetininga, Tatuí, Avaré, Itapeva e Capão Bonito.

De acordo com o diretor da CCR SPVias, José Salim, o dinheiro do ISS “contribuiu diretamente com o orçamento de algumas prefeituras que, no ano passado, tiveram poucos serviços tributados”.

Publicidade

“O repasse do imposto é uma alternativa para driblar as dificuldades econômicas dos municípios, complementando o caixa do poder municipal para investimentos em áreas fundamentais. Essa verba é repassada diretamente para as prefeituras, que podem reverter cada centavo em benefício da população, aplicando o dinheiro em áreas frágeis da cidade”, explica Salim.

A assessoria ainda ressaltou que, além dos recursos serem repassados diretamente aos municípios, por meio do pagamento de impostos, a CCR SPVias realizou, em 2020, diversas ações que visaram diminuir o impacto causado pelo coronavírus.

Conforme a CCR, foram distribuídos mais de 64 mil itens aos caminhoneiros, entre eles: vale refeição, vale banho e kit higiene. Também foram entregues máscaras em pontos estratégicos às margens das rodovias, incluindo testagem rápida para a Covid-19, em parceria com o Sest-Senat (Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte).

Segundo Sérgio Ribeiro, gerente de comunicação e ouvidoria da CCR InfraSP, da qual a CCR SPVias faz parte, nesse período também foram realizadas atividades que contribuíram de outras maneiras com o desenvolvimento das comunidades lindeiras.

“Realizamos programas educacionais, sociais e culturais, oferecendo experiências online, à distância, como o Caminhos para a Cidadania e o Teatro a Bordo. Contudo, também houve ações presenciais, como a entrega de 2.000 cartinhas, feitas por crianças, aos caminhoneiros que passaram pelo nosso trecho de concessão”, afirma.

Os municípios beneficiados com o ISS da CCR SPVias, são: Águas de Santa Bárbara (R$ 2.470.849,68), Alambari (R$ 1.019.470,92), Araçoiaba da Serra (R$ 836.896,16), Avaré (R$ 4.093.813,13), Bofete (R$ 1.736.519,34), Buri (R$ 49.337,81), Capão Bonito (R$ 1.456.116,07), Capela do Alto (R$ 332.534,12), Cerqueira Cesar (R$ 890.866,79) e Cesário Lange (R$ 1.341.861,40).

Além desses, receberam recursos revertidos pela concessionária as cidades de: Iaras (R$ 1.565.839,77), Itaberá (375.716,23), Itaí (R$ 294.592,85), Itapetininga (R$ 3.247.389,04), Itapeva (R$ 806.670,55), Itararé (R$ 411.895,66), Itatinga (R$ 4.088.522,38), Pardinho (R$ 1.304.433,14), Porangaba (R$ 1.638.311,21), Quadra (R$ 1.172.097,25), São Miguel Arcanjo (R$ 142.128,09), Sarapuí (R$ 105.446,18), Santa Cruz do Rio Pardo (R$ 1.194.972,05), Taquarivaí (R$ 455.958,80) e Torre de Pedra (R$ 138.518,41).

Publicidade