Canal do tatuiano Juliano Coração conquista 1 bilhão de visualizações

Comediante, atualmente em SP, está perto de somar 2 mi de seguidores

O humorista tatuiano Juliano Coração, que tem quase 2 milhões de seguidores (foto: Divulgação / Juliano Coração)
Da reportagem

Nas últimas semanas, o canal do YouTube do comediante tatuiano Juliano Antonio Marques Coração atingiu mais de um bilhão de visualizações. Atualmente, ele tem quase dois milhões de seguidores e mais de 450 vídeos publicados.

O canal do humorista tem como destaque, com mais de 18 milhões de visualizações, um vídeo que aborda “coisas que você não sabe sobre os pais”.

Coração percebeu que tinha facilidade para fazer comédia ao trabalhar como palhaço em um bufê infantil. “Naquele momento, vi que era um sinal, pois as pessoas estavam se divertindo comigo”, conta. Na época, o youtuber participava de uma banda de rock e já acompanhava trabalhos dos humoristas Thiago Ventura e Igor Guimarães, entre outros.

Em seus shows, Coração mistura música e comédia. Em 2013, para se aperfeiçoar, adquiriu vários livros técnicos e passou a ensaiar e a escrever os primeiros textos. “Testei todas as piadas com o guitarrista da minha banda, que as aprovou. Porém, elas não funcionaram em meu primo show, em Tatuí”, relembra.

De acordo com o comediante, a experiência fez com que procurasse a oficina do humorista Osvaldo Barros, em Sorocaba, em busca de mais conhecimento na área. “Com as aulas, fiquei mais seguro, e as coisas funcionaram melhor nas apresentações seguintes”, comenta.

Em 2016, Coração terminou a graduação em produção fonográfica, na Faculdade de Tecnologia de Tatuí (Fatec), e, a partir daí, decidiu gravar vídeos em seu antigo programa, chamado “Nope”, no Facebook.

A página chegou a ter mais de 60 mil seguidores e além de 100 mil visualizações. “Um dos trabalhos foi sobre Tatuí, e bateu recorde de compartilhamentos”, menciona.

Segundo ele, conforme os vídeos iam sendo produzidos, diversas TVs da região o contrataram para trabalhos. “Viajei e morei por várias cidades do interior, graças aos conteúdos produzidos”, aponta.

Em 2019, Coração foi trabalhar nos municípios de Canoas e Novo Hamburgo (RS), onde atuou no canal do humorista Cris Pereira, que atualmente participa do programa “A Praça É Nossa”, do SBT.

No momento, o comediante mora na cidade de São Paulo, onde passou a investir ainda mais na carreira. Lá, em pouco tempo, ele conta, já passou a ter fonte de renda através do trabalho de humorista.

“O número de show aumentou e comecei a trabalhar em projetos paralelos, como na criação de roteiros para outras pessoas e editando vídeos para outros profissionais da área”, conta.

Na capital paulista, Coração conheceu influentes comediantes do Brasil, como Rodrigo Marques e Afonso Padilha. Inclusive, foi morar no apartamento de um amigo que recebia frequentemente os humoristas.

“A partir daí, comecei a andar com eles, fato que enriqueceu minha experiência vivencial na profissão. Vi também o quanto eu tinha que aprender. Foi um susto”, ressalta.

Para Coração, fazer comédia “não é fácil e necessita de variadas técnicas”. Mas, ao mesmo tempo, o improviso é o que tem feito mais sucesso em seus shows, por conta da interação com as pessoas.

“Quando subo ao palco, observo a plateia para ver quais assuntos do cotidiano seriam legais para transformar em humor. Confiro a identificação do perfil do público também”, explica.

Durante os vídeos e shows, Coração aborda, em média, 20 assuntos diferentes, como namoro, trabalho, música, se o público é “rico ou pobre”, “lugar onde mora”. “Muitas vezes, o improviso é mais forte do que as piadas escritas”, complementa. Para ele, o que tem feito as pessoas mais rirem são as situações com as quais elas se identificam.

“O comediante ganha o público quando faz piada de uma situação inusitada que já aconteceu com todo mundo”, relata. Coração cita o exemplo de uma criança que faz algo que a mãe não gosta e ela a deixa de castigo, “fazendo um sermão”.

Atualmente, Coração ainda passou a gravar vídeos para o público infantojuvenil. “Após fazer uma pesquisa no canal, percebi que a garotada de oito a nove anos tem acompanhado os conteúdos. É um nicho que quero atingir. Por isso, estou produzindo diariamente vídeos, e tem dado certo”, comemora.

Segundo o humorista, para uma pessoa se tornar youtuber engajado, é preciso produzir conteúdo com frequência. “Não adianta gravar um vídeo hoje e fazer outro daqui a dez dias. O trabalho diário é fundamental para obter o reconhecimento. Quanto mais segmentado for o canal, mais sucesso ele terá”, conclui.

O canal do tatuiano, nesse sentido, já teve picos de 100 milhões de visualizações em apenas um mês. A média é de 40 milhões.


Algumas piadas do canal de Juliano Coração

Eu sou muito pobre: fui no restaurante, o garçom falou: “Gorjeta?”. Falei: aceito.

O ex da minha namorada é muito velho, uma vez ela falou pra ele: “Já assistiu Titanic?”. Ele falou: “Sim”. Ela falou: “Onde?”. Ele: “De dentro do barco”.

Peguei um Uber em Tatuí, o motorista, superbêbado, falou: “Qual é a rota de preferência?”. Eu falei: “Uma que tenha blitz”.
Ele saiu dirigindo igual doido, falei: “Que isso cara?”. Ele disse: “É que os motoristas de Tatuí não sabem dirigir”. Eu falei: “Você é de onde?”. Ele: “de Tatuí”.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome