Campanha busca a conscientização sobre o teste do pezinho em bebês

“Junho Lilás” traz ações sobre a importância de se realizar o procedimento

Ações de conscientização visam chamar a atenção das mães sobre a importância do teste
Da reportagem

Até este domingo, 12, a prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Saúde, promove a Semana Municipal do Teste do Pezinho, parte da campanha “Junho Lilás”, de conscientização sobre a importância da triagem neonatal, conhecida como “teste do pezinho”, em recém-nascidos.

Como parte das ações, representantes da pasta estiveram, nesta segunda-feira, 6, no Palácio Anchieta (Câmara dos Vereadores de São Paulo), no evento que celebrou o Dia Nacional do Teste do Pezinho.

Na ocasião, foi defendida a ampliação da realização do teste em toda a rede pública de saúde, com o objetivo de diagnosticar precocemente doenças genéticas, congênitas, infecciosas e erros inatos do metabolismo e da imunidade das crianças, evitando danos relacionados ao desenvolvimento neuropsicomotor, sequelas, internações e mortes, assim proporcionando uma melhor qualidade de vida aos pequenos e suas famílias.

Segundo Maria do Carmo de Campos, coordenadora do procedimento em Tatuí, na capital paulista, todos os bebês nascidos na rede pública já têm acesso ao teste do pezinho ampliado. “Estamos na luta para que, em breve, Tatuí também possa oferecer a todos os bebês a ampliação desse serviço”, pontou Maria do Carmo.

A Maternidade “Maria Odete Azevedo”, da Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, está toda decorada com balões lilás, doados por Tita Leite e pelas “Companheiras em Ação”, como forma de chamar a atenção das futuras mães sobre a importância do teste.

No local, somente em maio, foram realizados 162 testes do pezinho, em bebês com até 49 horas de vida. “Com isso, garantimos 100% dos nascidos vivos, evitando uma coleta precoce e um diagnóstico tardio”, enfatizou Maria do Carmo. Segundo ela, antigamente, após as altas, as mães não retornavam nas unidades básicas de saúde para realizarem o teste em seus filhos.

A coleta precoce se dá graças ao projeto “Maternidade em Foco”, da Santa Casa, implantado em 2013. Ele possibilita a coleta nos dois primeiros dias de vida das crianças, garantindo a triagem neonatal nos recém-nascidos.

O teste de pezinho deve ser realizado nesse período, pois, apesar de a criança aparentar estar bem, os sintomas das doenças não se manifestam nos primeiros dias e um diagnóstico tardio, somente quando houver sintomas, pode levá-las à morte.

Para evitar isso, além do teste do pezinho, a Maternidade de Tatuí oferece outros dois testes, o “Mais” e o “Super”, por meio do Instituto Jô Clemente. Juntos, identificam até 50 doenças nos bebês.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome