Basquete tatuiano treina com Corinthians

307
(foto: Foco a Dois)
Da redação

Após o vice-campeonato na “Final Four” da Copa São Paulo Adulta Masculina – 2020, o XI de Agosto/AABT/Tatuí realizou amistoso contra o Sport Club Corinthians Paulista, na noite de terça-feira, 29 de setembro, no ginásio de esportes “Simão José Sobral”, da Associação Atlética XI de Agosto.

O jogo-treino, a pedido da equipe paulista, não teve contagem de pontos. O técnico Julio Malfi fez uma análise positiva da atuação do time tatuiano, que enfrentou um clube tradicional.

“Foi um amistoso bacana, pois os atletas se portaram bem em quadra, enfrentando uma equipe que disputa o Campeonato Paulista da Série A-1 e o NBB (Novo Basquete Brasil)”, afirmou.

A O Progresso, o treinador reforçou a importância do amistoso diante do Corinthians. Segundo Malfi, a partida marcou o fim da primeira fase de preparação à Copa São Paulo, e, em breve, a equipe iniciará uma nova preparação, dessa vez, visando ao Campeonato Paulista da 1ª Divisão.

“Nos serviu como um parâmetro para vermos os acertos e os erros, o que podemos melhorar, tanto em termos ofensivos como em defensivos”, declarou.

A disputa da Copa São Paulo, no Ginásio Municipal de Esportes “Doutor Gualberto Moreira”, em Sorocaba, no sábado e domingo da semana anterior, 26 e 27 de setembro, marcou a retomada da modalidade no estado.

Na tarde de sábado, 26, a agremiação tatuiana realizou a estreia na temporada 2020 com seis meses de “atraso”, na primeira partida oficial promovida pela FPB (Federação Paulista de Basketball) desde o início da pandemia.

O “Basquete Tatuí” conquistou a vaga na decisão da Copa São Paulo ao vencer o Conti-Cola/Assis Basket por 106 a 82. Pouco depois, o Basket Osasco superou a LSB/Flex/PMS, equipe anfitriã, por 64 a 56, garantindo a segunda vaga na finalíssima.

Na manhã do dia seguinte, antes da final, LSB/Flex/PMS e Conti-Cola/Assis Basket se enfrentaram na disputa do terceiro lugar. Ao término do confronto, o placar registrou a vitória da equipe anfitriã por 63 a 56.

Na decisão, o Basquete Tatuí ganhou o primeiro quarto por 24 a 20. No entanto, o Basket Osasco, há seis temporadas na elite estadual da modalidade, venceu os três quartos seguintes, por 27 a 15, 26 a 13 e 15 a 9, respectivamente, determinando o triunfo por 88 a 61 e o título da Copa São Paulo.

O Basquete Tatuí foi representado por Robson Júnior, Neemias Jesus, Henrique Cerimelli, Juliano Armani, Heitor Cardoso, Ícaro Ferreira, William Drudi, Lucca Mauad, Kevyn Barborsick, Leandro Almeida, Nicolas Ferraz e Pedro Peçanha.

Após a decisão da Copa São Paulo, Malfi havia adiantado que, além do Campeonato Paulista Masculino da 1ª Divisão, o Basquete Tatuí havia recebido um convite, porém, necessita de apoio para disputar o Campeonato Brasileiro, organizado pela CBB (Confederação Brasileira de Basketball) e que dá acesso ao NBB, principal competição brasileira da modalidade.

“Para isso acontecer, precisaremos contar ainda mais com o valoroso apoio dos nossos colaboradores e com a chegada de outros parceiros, para agregar e nos dar condições de pensar em coisas maiores”, acrescentou o técnico, na oportunidade.

Nesta semana, Malfi afirmou que o Basquete Tatuí recebeu um contato, porém, ainda tem tempo para confirmar a participação, ou não, na competição nacional. Ele reafirmou a necessidade de retorno dos patrocinadores para que a equipe possa disputar todas as competições.

“Neste momento, aguardamos o contato dos colaboradores. É muito importante o retorno dos patrocinadores para darmos continuidade ao projeto e, desta forma, garantir a participação da equipe nas competições que virão a seguir”, frisou Malfi.

Da mesma forma, o supervisor Filipe Ariel, o Crânio, reforçou a importância de se contar com mais parceiros neste momento, para dar prosseguimento ao trabalho da equipe profissional.

“Este é um ano complicado, por conta da pandemia, que alterou muitas coisas, sendo que com o basquete não foi diferente. Mas, temos que ser otimistas, pois a equipe demonstrou, com a conquista do vice-campeonato da Copa São Paulo, que pode pensar em alçar voos maiores. Para isso acontecer, temos que ter mais parceiros e patrocinadores”, explicou.

De acordo com a assessoria de imprensa da equipe local, o objetivo do Basquete Tatuí é iniciar um “novo ciclo” jogando o Campeonato Paulista, que deve ocorrer neste segundo semestre – ainda sem data definida – e, na sequência, focar na disputa do Campeonato Brasileiro, que deverá ser disputado no começo do próximo ano.